You are here

Vacinas poderão ser aplicadas em farmácias no MS

segue para sanção

Projeto de lei foi encaminhado para parecer do governador

Assembleia Legislativa aprovou hoje (28) projeto de lei que autoriza vacinas a serem aplicadas em farmácias do Estado. “Creio que o governador, Reinaldo Azambuja (PSDB), vai compactuar com nosso pensamento e deve sancionar a lei”, disse o representante do Governo na Casa de Leis e autor da matéria, deputado Rinaldo Modesto (PSDB).

Com 14 votos favoráveis e apenas um contrário, o projeto segue para ser sancionado pelo governador. “Votei contra porque essa aprovação pode por em risco a vida da população”, refutou o parlamentar Paulo Siufi (PMDB), que também atua como médico pediátrico na Capital.

Siufi refere-se às normas e regulamentações que os estabelecimentos deverão se adequar. “Precisa de geladeira que custa uns R$ 20 mil. Gerador de energia, pois as vacinas precisam ser refrigeradas entre 2 a 8 graus e não pode acabar a energia”, declarou o médico.

IMPASSE

Siufi aproveitou parte da polêmica por conta do projeto aprovado para reclamar que alguns de seus projetos estão sendo barrados já na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ). “Aqui tem dois pesos e 600 medidas”, atacou o peemedebista.

Isso porque Siufi teve veto de quatro votos contrários à matéria de sua autoria que disponibilizaria vagas de estacionamentos para pacientes renais crônicos, bem como aqueles que lutam contra o câncer. “Só queria uma vaga para eles, pois esses pacientes ficam muito debilitados e não podem andar por longas distâncias”, defendeu.

Source

Related posts

Leave a Comment