You are here

UBSs Caxambu e Fazenda Grande ampliam oferta de vacinas







A partir de quarta-feira (18), as Unidades Básicas de Saúde (UBSs) Caxambu e Fazenda Grande passam a ofertar 500 doses de vacinas contra febre amarela para a população, com atendimento até 20h. A estratégia é facilitar o acesso da população que mora distante do Centro, e também, reduzir o tempo de espera no Parque da Uva. Os demais postos também continuam com o atendimento para a vacina normalmente.
Jundiaí não registra casos suspeitos ou confirmados de febre amarela em humanos. No entanto, 39 macacos encontrados mortos foram confirmados com a doença. Situação que coloca a cidade como área de risco de transmissão do vírus.
De acordo com a enfermeira da Vigilância Epidemiológica, Maria do Carmo Possidente, o movimento deve ser reduzido no Parque da Uva com a medida. “A vacinação é ofertada para a população desde abril, com mutirões e atendimentos casa a casa na zona rural, ou seja, a vacina está sendo trabalhada há cinco meses. A aplicação de 500 doses nas duas UBS, Caxambu e Fazenda Grande, é estratégica, já que são extremos da cidade. Desta forma, não há necessidade de deslocamento. A medida deve reduzir o movimento no Parque da Uva. O importante é que seja apresentada documentação com foto”, detalha.
Ainda existem as UBSs e Postos de Saúde da Família (PSFs) que estão operando em horário estendido como o PSF Rio Acima (às segundas-feiras), a UBS Corrupira (às quartas-feiras), o PSF Santa Gertrudes (às quintas-feiras) e Traviú (às terças-feiras), funcionam exclusivamente para a imunização contra a doença, nos dias específicos, das 15h às 19h30. Já as UBSs Hortolândia, Agapeama e Tamoio atendem até as 20h, e com disponibilidade de doses  contra febre amarela. Na UBS Novo Horizonte o atendimento é até 19h. O atendimento nesses locais é por senha, com determinação de quantidade conforme capacidade de atendimento.
Mutirão
No sábado (21), será realizado mutirão de vacinação, das 9h às 16h nas UBSs Hortolândia, Novo Horizonte, Vila Rami e Caxambu.  A região do Caxambu, aliás, tem operação ‘casa a casa’ nesta semana, em busca de pessoas que ainda não buscaram a vacina.
*via assessoria

Source

Related posts

Leave a Comment