You are here

Tom Brady comanda, Patriots dominam os Titans e vão à sétima final seguida da AFC | futebol americano

Deu a lógica. Pelo sétimo ano seguido, vai ter Patriots na decisão da Conferência Americana da NFL. Jogando na fortaleza de Foxborough, New England não deu chances aos Titans, dominou os rivais e venceu com autoridade o confronto pelas semifinais da AFC na noite deste sábado (madrugada de domingo no Brasil): 35 a 14. A um passo de nova disputa de Super Bowl, os atuais campeões agora aguardam o vencedor de Pittsburgh Steelers x Jacksonville Jaguars, que se enfrentam neste domingo. Como fez melhor campanha da temporada regular, os Patriots jogam a final da Conferência em casa independentemente do adversário que passar.

Dono de boa parte dos recordes em playoffs para quarterbacks, Tom Brady teve mais uma grande atuação e ampliou seus números em pós-temporada. Mesmo aos 40 anos, o astro do New England mostrou boa movimentação, a precisão de sempre nos passes, e comandou o ataque dos donos da casa lançando para três touchdowns e 337 jardas. A defesa também fez sua parte, limitando o ataque dos Titans e amassando o QB rival, Marcus Mariota, com oito sacks – recorde da franquia em playoffs.

Voltando de lesões, o running back James White e o wide receiver Chris Hogan também foram importantes para o sucesso dos Patriots. O corredor anotou os primeiros dois touchdowns do time – um correndo e outro recebendo passe curto de Brady -, enquanto o recebedor marcou o terceiro TD. Outros destaques foram Dion Lewis (62 jardas corridas e 79 recebidas), Danny Amendola (112 jardas recebidas) e Rob Gronkowski (81 jardas recebidas e um TD).

1º quarto
TD Titans (0-7) – Corey Davis em passe de 15 jardas de Marcus Mariota

2º quarto
TD Patriots (7-7) – James White em passe de 5 jardas de Tom Brady
TD Patriots (14-7) – James White em corrida de 6 jardas
TD Patriots (21-7) – Chris Hogan em passe de 4 jardas de Tom Brady

3º quarto
TD Patriots (28-7) – Brandon Bolden em corrida de 2 jardas

4º quarto
TD Patriots (35-7) – Rob Gronkowski em passe de 4 jardas de Tom Brady
TD Titans (35-14) – Corey Davis em passe de 11 jardas de Marcus Mariota

Pequeno susto, seguido de domínio total: foi a história do jogo, que começou o time dos Titans fazendo frente ao gigante rival. Com a defesa mostrando intensidade e Mariota seguro nos passes e dando trabalho com as pernas, o Tennessee entrou melhor, anotou o primeiro TD e tirou por alguns minutos a respiração dos torcedores em Foxborough no primeiro quarto. Mas o susto durou pouco.

A resposta dos Patriots ao touchdown rival foi imediata. A impressão foi de que Tom Brady ligou o “modo playoff” e se transformou em uma máquina. Com o jogo terrestre funcionando bem, o quarterback teve mais espaço para disparar seus passes precisos e conduziu rápida campanha para empatar o jogo logo no início do segundo quarto. E que segundo quarto dos Pats. Os atuais campeões não deram mais chances aos rivais, que ainda se complicaram com faltas – algumas delas polêmicas. Apesar disso, a defesa do New England neutralizou as principais armas dos Titans e Brady continou seu show, levando os donos da casa a mais dois TDs e abrindo 21 a 7 antes do intervalo.

O ritmo continou o mesmo na volta dos vestiários. Sem conseguir produzir nada, o Tennessee viu a diferença subir para três posses de bola com mais um touchdown anotado pelos Patriots, que voltaram a entrar na end zone no início do quarto período, praticamente sacramentando a vitória. Os Titans ainda tiveram forças para cortar o prejuízo com mais um TD a pouco mais de um minuto do encerramento do jogo: 35 a 14 no placar final.

Nova marca para Brady: máquina de recordes, Tom Brady segue ganhando posições nas listas históricas da NFL. Com os três touchdowns lançados nesta noite, o astro ultrapassou Brett Favre e se tornou o segundo jogador com mais TDs somados jogos de temporada regular e playoffs: 555 para Brady e 553 para Favre. O líder é Peyton Manning, que encerrou a carreira com 579 TDs.

Foi ainda o 10º jogo de playoffs em que Brady lançou para três ou mais touchdowns, se isolando como líder nessa estatística na história da NFL, deixando para trás o lendário Joe Montana, com nove.

Aos 40 anos e 163 dias, Tom Brady também se tornou o quarterback mais velho em todos os tempos a vencer um jogo de pós-temporada.

O primeiro a gente nunca esquece: apesar da derrota, o jogo foi bastante especial para um jogador dos Titans. O wide receiver calouro dos Titans, Corey Davis, de 23 anos, fez linda recepção para anotar o primeiro touchdown da partida e também o primeiro de sua carreira. O jogador, um dos poucos destaques do time de Tennessee, ainda recebeu também o segundo touchdown da equipe, a pouco mais de dois minutos do fim, e terminou o jogo com 63 jardas.

Source

Related posts