You are here

Temer derruba desculpa de Gilmar para encontro à noite no Jaburu

O Jornal de todos Brasis

Foto: Anderson Riedel/VPR

Jornal GGN – Michel Temer enviou uma nota à imprensa tentando desviar das críticas à reforma política que acabou derrubando o álibi de Gilmar Mendes para manter encontros extraoficiais com o presidente no Jaburu.

No domingo passado, o ministro do Supremo Tribunal Federal foi jantar na residência de Temer e, no dia seguinte, a imprensa publicou que ele vem servindo como um conselheiro jurídico do peemedebista implicado com o escândalo da JBS. Procurado, Gilmar disse que só discutiu com Temer algo que diz respeito ao Tribunal Superior Eleitoral: a reforma política.

Temer, em nota, afirmou que não debate nada sobre reforma política, porque é uma atribuição exclusiva da Câmara.

Andre Richter

Da Agência Brasil

Em nota à divulgada à imprensa, o Palácio do Planalto informou hoje (12) que o presidente Michel Temer não está participando das discussões sobre a reforma política, que está em tramitação na Câmara dos Deputados. De acordo com o comunicado, Temer “não se envolveu na adoção do distritão nem na criação do fundo eleitoral. Esses são temas do Congresso Nacional”.

Na quarta-feira (9), a comissão especial que analisa a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 77/03, que trata da reforma, aprovou por 25 votos a 8, o parecer apresentado pelo deputado Vicente Candido (PT-SP).

A expectativa do presidente da Câmara, Rodrigo Maia, é que a reforma seja votada até o fim deste mês. Em seguida, a PEC segue para votação no Senado.

O texto aprovado na Câmara mantém o sistema eleitoral atual para 2018 e 2020 e estabelece que o sistema de voto distrital misto, que combina voto majoritário e em lista preordenada, deverá ser regulamentado pelo Congresso em 2019 e, se regulamentado, passaria a valer para as eleições de 2022.

Source

Related posts

Leave a Comment