You are here

SUV off-road em meio a seu habitat natural


Subidas enlameadas, alagados e trilhas de areia às margens do rio Tapajós. Todos esses obstáculos foram superados pela nova geração do Land Rover Discovery durante sua apresentação à imprensa, em um percurso de trilhas em meio à floresta amazônica, no Estado do Pará. O fabricante afirma que o modelo é o mais preparado para uso off-road de sua linha atual, além de ser um dos poucos a contar com sete lugares (há duas poltronas retráteis no porta-malas).

O Discovery, de fato, conta com todo o arsenal necessário para transpor caminhos difíceis, do qual faz parte tração 4×4 do tipo permanente – que atua sob demanda, enviando a quantidade de força necessária para cada roda – e o Terrain Response – uma botoeira com cinco opções específicas para cada tipo de terreno: geral, neve, lama, areia e pedras. Esses programas alteram desde o tempo de resposta do acelerador até o comportamento do câmbio automático de oito velocidades, que pode “segurar” as marchas por mais tempo ou trocá-las mais devagar, para evitar que o veículo “patine”.

Há ainda reduzida com acionamento eletrônico, controlador de velocidade em descidas e suspensão hidropneumática com altura variável que, ao toque de um botão, faz com que o vão livre aumente em 7,5 cm. Se o percurso estiver muito radical, uma das centrais eletrônicas do veículo eleva o conjunto em mais 3,5 cm e dá ao motorista a opção de levantar o conjunto em 3,5 cm adicionais. Assim, a altura em relação ao solo pode variar em 14,5 cm, chegando a até 28,4 cm.

O motorista pode monitorar o funcionamento desses recursos na central multimídia InControl. A capacidade de imersão, segundo a Land Rover, é de 90 cm, e, se o veículo estiver equipado com o opcional Wade Sensing, é possível calcular a profundidade de alagados por meio de sensores instalados nos retrovisores externos.

O novo Discovery oferece duas opções de motorização, ambas 3.0 V6 turboalimentadas. A primeira, que é movida a diesel e abastecerá os estoques das concessionárias, desenvolve 258 cv de potência e 61,1 kgfm de torque. Foi a ela que o Super Motor teve acesso, na versão HSE. A segunda, que será oferecida apenas por esquema de encomenda, gera 340 cv e 45,8 kgfm.


Eletrônica facilita a condução


Tradicionalmente, aventuras off-road exigem perícia e prática do motorista. No Land Rover Discovery, elas viram quase brincadeira de criança. Mesmo equipado com pneus de asfalto, o modelo encarou com facilidade um itinerário de cerca de 170 km por estradas amazônicas, grande parte delas em más condições, entre as localidades de Santarém, Belterra e Alter do Chão.

A reportagem também experimentou o SUV em uma pista montada para a prática off-road, com obstáculos como rampas com 30° de inclinação, “caixa de ovos” (uma sequência de crateras), pêndulo (que tira duas rodas do veículo do chão), valas diagonais e um piscinão com 85 cm de profundidade.

Por outro lado, o veículo foi submetido a poucos quilômetros de estradas asfaltadas, nas quais, de qualquer modo, demonstrou bons desempenho e estabilidade. Só os passageiros têm alguns pontos a reclamar: o banco central, apesar de largo o suficiente para acomodar três adultos, é muito baixo, causando desconforto. Para a terceira fileira de assentos, faltam difusores de ar dedicados.




Preço


SE: R$ 363 mil (diesel) ou R$ 358 mil (gasolina)
HSE: R$ 389 mil (diesel) ou R$ 384 mil (gasolina)
HSE Luxury: R$ 429 mil (diesel) ou R$ 424 mil (gasolina)
First Edition: R$ 469 mil (diesel) ou R$ 464 mil (gasolina)


Equipamentos diferem as quatro versões


O Land Rover Discovery é oferecido em quatro versões. A SE, de entrada, traz partida do motor por botão, bancos elétricos forrados em couro, ar-condicionado de duas zonas, tela multimídia de oito polegadas, som com dez alto-falantes e rodas aro 19. A HSE acrescenta assistente de farol alto, coluna de direção e porta-malas com comando elétrico, memórias nos bancos, ar-condicionado com três zonas, tela multimídia de 10,2 polegadas, 11 alto-falantes e rodas aro 20.

A partir da configuração HSE Luxury, há teto solar panorâmico, iluminação interna configurável, minigeladeira, bancos com aquecimento e ventilação, abertura gestual do porta-malas, TV digital e 17 alto-falantes. A série especial Fisrt Edition, limitada a 500 unidades, adiciona comandos elétricos para os bancos traseiros, volante com aquecimento, chave em formato de pulseiras e rodas aro 21, além de detalhes de acabamento exclusivos.


O jornalista viajou a convite da Land Rover

Source

Related posts

Leave a Comment