You are here

Spartak Moscovo acusado de racismo: «Vejam como o chocolate derrete ao sol» – Internacional

O Spartak Moscovo entregou a gestão da conta do clube no Twitter a Giorgi Jikia durante uma parte do treino e um post que terá sido feito pelo defesa-central deu origem a uma onda de críticas que ultrapassou as fronteiras da Rússia, tendo o racismo como ponto de partida.

Luiz Adriano, Pedro Rocha e Fernando surgem num filme a trabalhar à parte do grupo e as imagens são acompanhadas por uma frase infeliz, que alude à cor da pele dos três brasileiros: “Vejam como o chocolate derrete ao sol.”

O clube russo ficou de imediato debaixo de fogo, com comentários fortes e insultos, mas o post ainda não foi apagado.

O Spartak Moscovo foi denunciado à UEFA pelo Liverpool em dezembro na sequência de Rhian Brewster, um dos seus jogadores da equipa sub-19 que participa na Liga Jovem da UEFA, ter contado que foi alvo de insultos racistas no decorrer de um jogo.

Source

Related posts