You are here

SES alerta para o alto número de mortes por diarreia em Pernambuco

Reprodução/TV Jornal

Só este ano, Pernambuco já contabilizou 95 mortes decorrentes da diarreia aguda. De acordo com o último boletim divulgado pela Secretaria Estadual de Saúde, além dos óbitos, foram notificados 150 mil casos de pessoas que adoeceram com os mesmos sintomas. O alto número gerou um estado de alerta.

De acordo com Lélia Moreira, coordenadora da Política da Criança e Adolescente do Recife, os bebês com menos de um ano e os idosos são os grupos mais vulneráveis. “A diarreia causa desidratação, causa desequilíbrio nos eletrólitos do organismo, então, outras coisas podem ser desencadeadas a partir da diarreia”, disse.

Sintomas

A diarreia é um inconveniente que geralmente desponta como um mal-estar caracterizado pelo aumento do número de evacuações (com fezes aquosas ou de pouca consistência) e que pode vir acompanhado de náusea, vômito, febre e dor abdominal.

Tratamento

Para o tratamento da diarreia, o ideal é procurar um especialista, manter a hidratação e nunca tomar medicamentos por conta própria. “Pode agravar uma situação que poderia ser simples, ser tratada em casa”, afirmou Lélia Moreira. O cuidado com a higiene pessoal é essencial para evitar o contágio.

Cuidados

A designer gráfico Andreza Rabelo, 24 anos, faz parte do grupo de pessoas, no Estado, que tiveram um quadro viral com diarreia este mês. “Também tive dor abdominal, febre, vômitos e não conseguia me alimentar de forma adequada. Só bebia água de coco. No hospital, o médico disse que estava vendo muitos casos assim. Fiquei preocupada porque passei mais de cinco dias doente. Mas depois o meu organismo se recuperou, e agora estou bem”, conta Andreza.


Source

Related posts

Leave a Comment