You are here

Santos empata, e Corinthians abre dez pontos na ponta do Brasileiro

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – O Corinthians não entrou em campo, mas deu mais um passo para ficar com o título do Brasileiro. Nesta quinta (12), o Santos, vice-líder, empatou com a Ponte Preta por 1 a 1, no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas, pela 27ª rodada do torneio.

A equipe dirigida por Levir Culpi projetava uma vitória para manter o bom momento —vinha de triunfos contra Atlético-PR e Palmeiras. Com o empate, soma agora 48 pontos. São dez a menos do que o líder Corinthians.

“Tudo pode acontecer. Vamos perseguir [o Corinthians] Existe uma certa lógica, mas a possibilidade de a gente chegar é viva também”, disse o treinador santista.

A expectativa era diminuir a diferença nas próximas três rodadas, quando enfrentará adversários que lutam contra o rebaixamento: Sport, Atlético-GO e Vitória, jogo marcado para segunda-feira (16), às 20h, no Pacaembu.

O Corinthians terá dois rivais que estão entre os seis primeiros colocados: Grêmio e Botafogo. Antes visita o Bahia, que luta contra a degola.

Apesar dos dez pontos, a diferença entre os dois clubes, porém, já foi maior. No final do primeiro turno do campeonato, o Corinthians tinha 12 pontos de vantagem na liderança. Na oportunidade, o segundo colocado era o Grêmio, enquanto o Santos estava em terceiro.

Atualmente, a equipe gaúcha despencou na tabela de classificação e ocupa a quarta posição —está atrás também do Cruzeiro, que soma 47 pontos e tem um jogo a mais que os concorrentes.

No duelo contra a Ponte Preta, a equipe santista foi surpreendida logo aos 4 minutos após um gol do volante Naldo, que aproveitou saída errada de Vanderlei em um cruzamento.

Atrás no placar, o Santos encontrou dificuldades para superar as linhas de marcação do adversário. Quando conseguiu, parou no goleiro Aranha, que fez excelente defesa em cabeçada do zagueiro Lucas Veríssimo.

O time só conseguiu o empate aos 44 minutos com Ricardo Oliveira, que completou cruzamento de Bruno Henrique. Antes da igualdade, o clube de Campinas perdeu uma boa oportunidade de ampliar o placar com Lucca que, da pequena área, chutou por cima do gol.

No segundo tempo, o Santos teve até mais domínio, mas criou apenas duas chances de gol com Bruno Henrique em jogadas pelo lado direito. Na primeira, o atacante cabeceou e parou em Aranha, enquanto na outra mandou para fora quando estava na pequena área.

“O Santos chegou mais próximo da vitória, mas não matou o jogo, então não dá para lamentar. Fico feliz pelo desempenho e chateado pelo resultado”, disse Levir.

PONTE PRETA

Aranha, Nino Paraíba, Marllon, Luan Peres e Jeferson; Naldo (Jadson); Emerson Sheik (Léo Gamalho), Jean Patrick (Felipe Saraiva), Fernando Bob e Danilo Barcelos; Lucca. T.: Eduardo Baptista

SANTOS

Vanderlei; Daniel Guedes, Lucas Veríssimo, David Braz e Zeca; Alison, Matheus Jesus e Lucas Lima; Copete, Bruno Henrique e Ricardo Oliveira. T.: Levir Culpi

Estádio: Moisés Lucarelli, em Campinas

Juiz: Raphael Claus (SP)

Cartões amarelos: Naldo, Luan Peres e Fernando Bob (PON); Lucas Lima e Zeca (SAN)]

Cartão vermelho: Fernando Bob (PON)

Gols: Naldo (PON), aos 4 minutos, e Ricardo Oliveira (SAN), aos 44 minutos do primeiro tempo

Source

Related posts

Leave a Comment