You are here

Roger explica recusa ao Corinthians no passado e avisa: ‘Vim para fazer história’ – Esportes

Roger foi apresentado nesta sexta-feira como novo reforço do Corinthians e chegou esbanjando bom humor e confiança. O atacante de 33 anos chega com contrato até dezembro do ano que vem e em sua primeira entrevista coletiva explicou o motivo de ter recusado uma transferência para a equipe e reafirmou que é corintiano.

“Primeiramente, tenho que agradecer a Deus pela oportunidade. Estou feliz de estar aqui realizando meu sonho de criança, algo que sonhei lá na rua, no meu bairro, com meus amigos”, disse, para depois explicar o motivo de ter recusado a transferência no ano passado. “Jô é ídolo, fez uma grande história, por isso não vim em dezembro, depois aconteceu a venda dele”, explicou.

O atacante deixou o Botafogo em novembro do ano passado e foi para o Internacional. Na época, o Corinthians tentou contratá-lo, mas ele preferiu ir para o clube gaúcho. Sua escolha não deu muito certo, já que ele fez apenas dois gols em 13 jogos pelo time colorado.

Empolgado, prometeu brilhar com a camisa alvinegra. “Vim para fazer história, jogar um grande futebol e trabalhar forte”, disse o novo reforço alvinegro, que não quer o rótulo de substituto de Jô. “Não quero carregar esse peso. Vim par fazer meus ajudar, ajudar e ser campeão”.

Em relação a sua condição física, Roger garante que está pronto para o jogar. Ele está fora da partida contra o Paraná, neste domingo, em Curitiba, mas se diz apto para jogar no domingo que vem contra o Atlético Mineiro, em Belo Horizonte. “Já participei de alguns treinos, vi que a intensidade dos mini jogos é muito alta, a qualidade nem precisa falar. É aproveitar as oportunidades que são dadas. Eu também estou pronto. Para domingo não dá por documentação, mas para o outro domingo estarei apto para fazer parte do grupo”, avisou.

Ele ainda comentou sobre a brincadeira do técnico Fábio Carille, que na última quinta-feira disse que Roger não iria jogar por estar gordo. “Acho que é brincadeira sadia. Claro que ele brincou, o pessoal quando cheguei hoje me falou. Eu não estou gordo e nunca fui. Achei o maior barato a brincadeira”, comentou.

O novo reforço alvinegro também comentou sobre a sua filha Giulia. O Corinthians divulgou um vídeo em que ela, que é deficiente visual, fala da chegada do pai ao clube. “Surpreendeu esse vídeo. Cheguei ao clube e muita gente me mandou, achei lindo ela lendo, cantando a música da torcida. Isso tudo é especial. Tenho que buscar minha melhor forma, ainda procuro meu melhor futebol, o do ano passado, do Botafogo, que me deixou entre os melhores noves do Brasil. Vou encontrar e vamos ser felizes”, projetou.

Source

Related posts