You are here

Robinho faz jogo de número 100 e tem futuro incerto no Galo

Craque, presente em Copas do Mundo e com passagens por grandes clubes do futebol mundial, como Real Madrid, Milan e Manchester City, o atacante Robinho dará mais um passo para escrever seu nome na história do Atlético. No duelo com a Chapecoense, nesta quarta-feira (18), às 21h, no Independência, pela 29ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Rei das Pedaladas completará a marca de cem jogos com a camisa do Galo. Como cumpriu suspensão na última rodada, o camisa 7 terá oportunidade de registrar o feito diante da Massa, que está dividida quanto ao futuro do atleta no clube. Com contrato até dezembro de 2017, ele não tem sua permanência garantida, principalmente pelas atuações abaixo do esperado.

Contratado como uma grande estrela no ano passado, o jogador chegou empolgando os atleticanos, com dribles, grandes atuações e muitos gols. Em 2016, foi o atleta que mais balançou as redes no futebol brasileiro, com 25 gols no total. As exibições fizeram Robinho ser assediado por muitos clubes, mas os torcedores do Galo pediram, e a diretoria conseguiu mantê-lo no elenco.

Neste ano, a grande expectativa em torno de seu futebol não se confirmou. Após se recuperar de uma pequena fratura na região lombar, sofrida em janeiro, quando atuava pela seleção, o Rei das Pedaladas chegou a fazer boas partidas e marcar gols. No entanto, o jogador caiu de rendimento junto com o time do Atlético. Instabilidade de atuações e irregularidade de resultados derrubaram os objetivos atleticanos um por um. Com a chegada de Rogério Micale, que substituiu Roger Machado, Robinho foi para a reserva. Aliado a isso, sofreu com o jejum de 22 partidas sem fazer gol.

Novo ânimo. Com a chegada de Oswaldo de Oliveira, Robinho recuperou a confiança e o bom futebol. Além de boas atuações, encerrou a seca de gols fazendo dois na vitória contra o Atlético-PR. Na última entrevista coletiva, o camisa 7 evitou falar sobre seu futuro, mas disse que espera seguir ajudando a recolocar o Galo na Libertadores. “Eu vivo um dia após o outro. Meu foco está aqui no Atlético. Vou procurar terminar o ano bem, jogando bem, com o máximo de gols possível. E, se possível, com o Atlético lá em cima, com uma vaga na Libertadores, que é o mais importante”, disse o atacante.

Source

Related posts

Leave a Comment