You are here

Repórter da Globo sofre discriminação e faz desabafo: “Sou com orgulho”

Após ser discriminado por um seguidor, o repórter da TV Globo, André Gallindo fez um desabafo no Twitter. O pernambucano foi chamado de “Paraíba”, apelido pejorativo dado aos nordestinos no Rio de Janeiro, onde ele trabalha há seis anos.

Tudo começou quando Gallindo refletiu sobre o jornalismo durante a apresentação de Philippe Coutinho no Barcelona. O seguidor respondeu com a ofensa: “Tem mal gosto, hein, ‘Paraíba’. A imprensa é uma merda”. O repórter rebateu o comentário preconceituoso.

“Não sou ‘Paraíba’. Não desse jeito pejorativo que você atribui aos nordestinos. A minha sorte é que pessoas preconceituosas como você são minoria aqui no Rio. E, pelo visto, ter dinheiro para pagar a cara mensalidade de Engenharia não te dá educação”, escreveu Gallindo.

O repórter continuou o desabafo com uma reprodução do perfil do seguidor e da ofensa: “Seis anos de Rio, já ouvi e li algumas vezes o ‘adjetivo’ que me atribuiu aqui embaixo. Pelo perfil, trata-se de alguém privilegiado, branco, universitário, teve acesso a outro idioma… Filho da ‘meritocracia’. Talvez aprenda, um dia, o que é respeito”.

Na sequência, o jornalista disse sentir orgulho de ser nordestino e que combaterá qualquer discriminação: “Em tempo, sou nordestino de pai, mãe e parteira. Com um orgulho do tamanho do rio São Francisco. Isso jamais me será uma uma ofensa. Mas combaterei qualquer tipo de preconceito com todas as minhas forças”.

Após o desabafo, o seguidor de Gallindo o bloqueou no Twitter. O jornalista comentou a reação do internauta: “A título de informação, terráqueos, o rapaz em questão me bloqueou. Mas já sei que apagou todas as suas postagens ofensivas. Não é o primeiro e nem será o último a fazer o mesmo nessas redes. Coincidência curiosa: todos perdem a ‘coragem’ rapidinho”.

Source

Related posts