You are here

Registro de febre amarela chega a 188 casos confirmados no Estado do Rio

Vacinação contra a febre amarela em Valença – Domingos Peixoto / Agência O Globo

RIO – Mais nove casos de febre amarela foram confirmados no Estado do Rio de Janeiro, com duas mortes entre os novos registros. Agora, de acordo com o último boletim epidemiológico divulgado pela secretaria estadual de Saúde, já são 188 casos da doença e 69 mortes contabilizadas. Os novos casos foram identificados em Nova Friburgo, Duas Barras, Angra dos Reis, Paty do Alferes, Engenheiro Paulo de Frontin e Barra do Piraí, cidades da Região Serrana, da Costa Verde e do interior fluminense. O município de Angra segue como a região com o maior número de casos — já são 48, com 14 óbitos.

LEIA MAIS:

Vacina de febre amarela será ampliada para todo o Brasil até 2019

Tire suas dúvidas e saiba tudo o que você precisa saber sobre a febre amarela

Febre amarela: entenda o que é a vacina fracionada

Veja as principais perguntas e respostas sobre a febre amarela

Em relação aos macacos mortos pela doença, não houve alteração. Segundo a secretaria, 11 animais morreram infectados com o vírus da febre amarela. O caso mais recente é de Petrópolis, na Região Serrana. O boletim traz ainda as cidades de Niterói, Angra dos Reis, Barra Mansa, Valença, Miguel Pereira, Volta Redonda, Duas Barras, Paraty, Engenheiro Paulo de Frontin e Araruama com um caso de epizootia cada. A secretaria ressalta que os macacos não são responsáveis pela transmissão da doença.

Os registros no estado são em Teresópolis (21 casos, sendo 8 óbitos), Valença, (23 casos, sendo 6 óbitos), Nova Friburgo (14 casos, sendo 5 óbitos), Petrópolis (1 caso), Miguel Pereira (3 casos, sendo 2 óbito), Duas Barras (13 casos, sendo 2 óbitos), Rio das Flores (5 casos, sendo 2 mortes), Vassouras (3 casos, sendo 2 óbito), Sumidouro (12 casos, sendo 5 óbitos), Cantagalo (7 casos, sendo 4 óbitos), Paraíba do Sul (1 caso, sendo 1 óbito), Carmo (2 casos, sendo 1 óbito), Maricá (2 casos, sendo 1 óbito), Engenheiro Paulo de Frontin (2 casos, sendo 2 óbitos), Paty do Alferes (3 casos, sendo 2 óbito), Angra dos Reis (46 casos, sendo 14 óbitos), Mangaratiba (2 casos, sendo 1 óbito), Piraí (2 casos, sendo 1 óbito), Cachoeiras de Macacu (3 casos, sendo 1 óbito), Trajano de Moraes (4 casos, sendo 3 óbitos), Rio Claro (3 casos, sendo 1 óbito), Silva Jardim (4 casos, sendo 2 óbito), Bom Jardim (1 caso), Barra do Piraí (1 caso) e Sapucaia (1 caso e 1 morto).

O ministério da Saúde anunciou que a vacinação de febre amarela será ampliada para todo o país até abril de 2019. De acordo com o ministro Ricardo Barros, a medida é preventiva, e tem como objetivo antecipar a proteção contra a doença para toda população em caso de um aumento na área de circulação do vírus. De acordo com o ministro, a ampliação será feita de forma gradual. Até então, a vacina de febre amarela fazia parte da rotina de 23 estados, sendo nove com áreas parciais de recomendação de vacinação.

Newsletter

As principais notícias do dia no seu e-mail.

TROCAR IMAGEM


Quase pronto…

Acesse sua caixa de e-mail e confirme sua inscrição para começar a receber nossa newsletter.

Ocorreu um erro.
Tente novamente mais tarde.

Email inválido.
{{mensagemErro}}

Source

Related posts