You are here

Prass pede trégua após vaias ao Palmeiras: “A gente precisa muito da torcida” | seleção sportv

O ídolo alviverde participou nesta quinta do Seleção SporTV e falou sobre as vaias que o time recebeu dos torcedores no intervalo da partida, ainda com o placar de 0 a 0. O goleiro pediu que time e torcida deem um passo atrás para o bem do Palmeiras.

– Eu acho que, se a vaia fosse para o trabalho do ano, seria injusta. Mas, de repente, para um primeiro tempo ruim que a gente fez, é uma maneira de o torcedor expressar a insatistação. Concordo que não fizemos um primeiro tempo bom. Mas o nosso ano não é ruim. Pode dividir as duas coisas – afirmou Prass.

– A gente precisa muito da torcida. Somos muito fortes no Allianz por causa da torcida. Se cada um ceder um pouquinho, a gente entender essa ansiedade da torcida, essa cobrança enorme, e eles entenderem também que às vezes as coisas não vão correr bem, acho que saímos bastante fortalecidos – emendou.

Fernando Prass fez ótimas defesas, pegou um pênalti e ainda deu um lançamento que originou o segundo gol de Borja na vitória sobre os colombianos. A atuação dele, aliás, esquenta a briga com Jailson pela vaga de titular. O elenco ainda tem o campeão olímpico Weverton.

– Eu vou usar uma linha de raciocínio que o Roger usa e que muitos treinadores usam. Eles não são treinadores de tal clube. Eles estão. Eu nunca me considerei o titular do Palmeiras. Eu estava titular do Palmeiras. E hoje também não me considero reserva. Eu estou na reserva. Estou há quatro meses na reserva, é uma condição que pode ser temporária ou permanente. Mas, na minha cabeça, não é condição definitiva. Por isso, continuo trabalhando e me esforçando bastante – disse.

– Tudo é condicionamento, né? Não estou nessa condição porque tenho a genética privilegiada. Na minha cabeça, eu elegi prioridades e abri mão de muita coisa para poder chegar nessa idade (39 anos) nesse nível.

Source

Related posts