You are here

Pedágios das rodovias de São Paulo ficam mais caros a partir deste sábado | São Paulo

Em 80% das praças, o reajuste será de até R$ 0,20. Novos valores vigoram até julho de 2018.

Maioria dos veículos pesados passa pela cobrança automática nos pedágios na região de Jundiaí (Foto: Repodução/TV TEM)Maioria dos veículos pesados passa pela cobrança automática nos pedágios na região de Jundiaí (Foto: Repodução/TV TEM)

Maioria dos veículos pesados passa pela cobrança automática nos pedágios na região de Jundiaí (Foto: Repodução/TV TEM)

As tarifas de pedágio das rodovias estaduais serão reajustadas a partir desde sábado (1º). De acordo com a Agência de Transportes do Estado de São Paulo (Artesp), o reajuste será de até R$ 0,20 em 80% das praças.

As praças de Diadema (Imigrantes), Batistini (Imigrantes) e Sorocaba (Rodovia José Ermínio de Moraes, SP-75) serão as únicas em que o reajuste não será repassado ao consumidor. Riacho Grande (Via Anchieta) e Piratininga (Imigrantes) continuaram a apresentar os maiores preços dentre todas as praças, R$ 25,60.

Confira o reajuste nas principais rodovias do estado:

  • Trecho Oeste: de R$ 1,90 para R$ 2,00;
  • Trecho Sul: de R$ 3,20 para R$ 3,30;
  • Trecho Leste: de R$ 2,40 para R$ 2,50.
  • Anchieta (Riacho Grande): de R$ 25,20 para R$ 25,60;
  • Imigrantes (Eldorado): de R$ 3,40 para R$ 3,60;
  • Imigrantes (Piratininga): de R$ 25,20 para R$ 25,60.

Ayrton Senna-Carvalho Pinto

  • Ayrton Senna (Itaquaquecetuba): de R$ 3,50 para R$ 3,60;
  • Ayrton Senna (Guararema): de R$ 3,20 para R$ 3,40;
  • Carvalho Pinto (São José dos Campos): de R$ 3,20 para R$ 3,40;
  • Carvalho Pinto (Caçapava): de R$ 2,50 para R$ 2,60.
  • Anhanguera (Perus): de R$ 8,80 para R$ 8,90;
  • Anhanguera (Valinhos): de R$ 8,70 para R$ 8,80;
  • Anhanguera (Nova Odessa): de R$ 7,70 para R$ 7,80;
  • Anhanguera (Limeira): de R$ 5,80 para R$ 5,90;
  • Anhanguera (Leme): de R$ 7,30 para R$ 7,40;
  • Anhanguera (Pirassununga): de R$ 7,30 para R$ 7,40;
  • Anhanguera (Santa Rita do Passa Quatro): de R$ 6,90 para R$ 7,10;
  • Anhanguera (São Simão): de R$ 6,90 para R$ 7,10;
  • Anhanguera (Sales de Oliveira): de R$ 10,50 para R$ 10,90;
  • Anhanguera (Ituverava): de R$ 12,90 para R$ 13,10;
  • Bandeirantes (Caieiras): de R$ 8,80 para R$ 8,90;
  • Bandeirantes (Campo Limpo): de R$ 8,80 para R$ 8,90;
  • Bandeirantes (Itupeva): de R$ 8,70 para R$ 8,80;
  • Bandeirantes (Sumaré): de R$ 7,70 para R$ 7,80;
  • Bandeirantes (Limeira): de R$ 5,80 para RS 5,90.

Segundo a Artesp, os índices são os menores em 11 anos. Em 12 concessionárias será aplicado o IGP-M acumulado nos últimos doze meses: 1,57%. Nas outras oito concessionárias o índice contratual é o IPC-A, que registrou 3,59% no período. O reajuste e a tabela completa com as novas tarifas foram publicados no Diário Oficial do Estado do último sábado (24).

A Artesp informa que, de 2011 a 2016, a receita dos pedágios gerou R$ 36,6 bilhões para investimentos em obras, manutenção e operação dos 6,9 mil quilômetros de rodovias paulistas sob concessão. Considerando o mesmo período, R$ 2,5 bilhões foram repassados para 264 prefeituras paulistas em impostos municipais que incidem sobre a tarifa de pedágio.

Source

Related posts

Leave a Comment