You are here

Palmeiras e Santos disputam vice-liderança e sonho de título

Palmeiras e Santos disputam a vice-liderança do Campeonato Brasileiro e tentam manter o sonho de título neste sábado, às 19h (de Brasília), no Palestra Itália. Com 44 pontos, o Peixe, segundo colocado, visita o Palestra, que tem um ponto a menos e ocupa a quarta posição. Entre os rivais, o Grêmio, também com 43, atua apenas no domingo.

No Palmeiras, o que antes era apenas devaneio, virou discurso concreto dos atletas. Planejando ser o ‘campeão do returno’, os alviverdes se animaram com a possibilidade de serem bicampeões brasileiros e já diminuíram em quatro pontos a distância para o líder Corinthians na segunda metade da competição. Agora, a diferença para o rival é de 11 pontos.

“Todo jogo, até o final do ano, será o mais importante. Contra o Santos é fundamental porque é o jogo que a gente trabalhou. Tem a possibilidade de vencer, mas sem autopressionar. Estávamos 15 pontos atrás do líder e já conseguimos tirar quatro. Trata-se de um clássico, jogo importante, em que precisamos do máximo esforço para ter uma boa atuação e, se Deus quiser, vencer”, afirmou o técnico Cuca

Apesar do treino fechado quase em sua totalidade na quinta e sexta-feira, o Verdão não deverá ter surpresas em sua escalação para encarar o Peixe. Logo após o triunfo sobre o Fluminense, na última rodada, Cuca confirmou que Luan e Zé Roberto iriam substituir os suspensos Edu Dracena e Egídio no clássico.

Cuca prefere escalar o veterano no meio-campo, mas, diante dos desfalques, deve usá-lo na ala diante do Santos. Em sua última partida como lateral esquerdo, o veterano participou dos 90 minutos da derrota por 1 a 0 contra o Atlético-PR, sofrida no dia 6 de agosto, no Palestra Itália – na ocasião, os titulares foram poupados para a Copa Libertadores.

Os comandados de Cuca têm ainda, como motivação extra, o fato de que o clássico deste sábado será o milésimo do clube contra os principais adversários do estado de São Paulo. A estatística, divulgada pelo próprio Palmeiras, leva em conta apenas confrontos com Santos, Corinthians e São Paulo. Até o momento, o clube fundado em 1914 como Palestra Itália acumula um total de 367 vitórias, 295 empates e 337 derrotas diante de seus principais rivais.

Apesar da vitória por 1 a 0 sobre o Atlético-PR, no último sábado, o Santos ainda não conseguiu reconquistar totalmente sua torcida, que ainda sente bastante a traumática eliminação na Libertadores após derrota para o Barcelona de Guaiaquil. Porém, o elenco do Peixe sabe que uma vitória no clássico contra o Palmeiras, dentro da arena alviverde, será o suficiente para selar a paz com os torcedores.

“Clássico é clássico. Nosso time está preparado para qualquer situação. Jogamos muitas vezes contra esse time do Palmeiras. A rivalidade se cria pelo tamanho do clássico. Vamos ter pés no chão para jogar futebol e sair com a vitória. Não é porque perdeu lá que vamos deixar de jogar nosso futebol”, disse o lateral-esquerdo Zeca, citando o fato do Peixe ainda não ter conseguido vencer o Verdão dentro do novo Palestra.

E para o clássico, o técnico Levir Culpi optou por fazer mistério e fechou todos os treinos durante a semana. Porém, a equipe deve ter apenas uma grande novidade em relação ao jogo contra o Atlético-PR. Com as ausências de Renato (tornozelo direito inchado) e Vecchio (cortado por decisão da comissão técnica), o treinador indicou que Matheus Jesus ganhará a disputa com Leandro Donizete por uma vaga no meio ao lado de Alison e Jean Mota.

Além da dupla, Lucas Lima (lesão muscular de grau 2 na coxa direita), Gustavo Henrique (estiramento no joelho esquerdo) e Victor Ferraz (lombalgia) seguem fora.


FICHA TÉCNICA


PALMEIRAS X SANTOS


Local:

Palestra Itália, em São Paulo (SP)


Data:

30 de setembro de 2017, sábado


Horário:

19h (de Brasília)


Árbitro:

Marcelo Aparecido R. de Souza (SP)


Assistentes:

Anderson José de Moraes Coelho (SP) e Bruno Salgado Rizo (SP)


PALMEIRAS:

Fernando Prass; Mayke, Luan, Juninho e Zé Roberto; Tchê Tchê, Jean, Moisés e Dudu; Willian e Deyverson


Técnico:

Cuca


SANTOS:

Vanderlei; Daniel Guedes, Lucas Veríssimo, David Braz e Zeca; Alison, Matheus Jesus (Leandro Donizete) e Jean Mota; Copete, Bruno Henrique e Ricardo Oliveira


Técnico:

Levir Culpi


Gazeta Esportiva

Gazeta Esportiva

Source

Related posts

Leave a Comment