You are here

Navio de guerra bombardeado na 2ª Guerra é achado após 76 anos

Companhia encontrou USS Juneau no sul do Pacífico – AP

RIO — Uma expedição pelo sul do oceano Pacífico encontrou os destroços de um navio de guerra americano que foi bombardeado pelas forças japonesas e afundou com quase 700 pessoas na Segunda Guerra Mundial. Apenas dez combatentes sobreviveram. Uma equipe financiada pelo cofundador da Microsoft e filantropo Paul Allen localizou o aparato bélico afundado na costa das Ilhãs Salomão 76 anos após o confronto.

O navio foi atingido por torpedos japoneses em novembro de 1942. Na ocasião, 687 homens morreram — entre eles, cinco irmãos que ficaram conhecidos como “os Sullivan”, naturais do estado americano de Iowa. Um navio militar foi batizado em homenagem à família, cujos membros mortos foram consagrados como heróis de guerra. Os jovens ficaram famosos porque desafiaram as regras militares que barravam parentes na mesma unidade e fizeram questão de lutar lado a lado na Segunda Guerra.

LEIA MAIS: Porta-aviões que naufragou durante a Segunda Guerra é descoberto na Austrália

No confronto, a embarcação foi partida em duas partes após apenas um ano de serviço e afundou em cerca de 30 segundos. Havia 115 sobreviventes, mas a demora na operação de busca resultou no resgate de apenas dez homens com vida. A descoberta foi anunciada por Allen em seu Twitter. O filantropo publicou imagens dos destroços, encontrados no sábado a mais de quatro mil metros de profundidade, no solo do oceano.

Destroços estavam a quatro mil metros de profundidade – AP

Há duas semanas, a expedição bancada por Allen encontrou o porta-aviões USS Lexington, que também afundou durante a Segunda Guerra Mundial com 35 aviões e 200 tripulantes a bordo. A embarcação estava no fundo do oceano, a 800 quilômetros da costa da Austrália, onde naufragou na batalha do Mar dos Corais, vencida posteriormente pelos americanos.

“Estamos lidando com um ambiente aqui que é muito severo… Tem milhares de metros de profundidade e é muito imprevisível. Estamos colocando muitos eletrônicos e alta tensão em águas muito profundas e águas do oceano, onde não deveria haver, de modo que sempre apresenta desafios”, explicou o diretor das operações de Allen, Robert Kraft, ao “Guardian”.

Allen e sua equipe já localizaram o USS Indianapolis, o USS Ward, o USS Astoria, o navio de guerra japonês Musashi e o destroyer italiano Artigliere.

Embarcação encontrada ficou famosa em batalha que deixou cinco irmãos mortos – AP

Newsletter

As principais notícias do dia no seu e-mail.

TROCAR IMAGEM


Quase pronto…

Acesse sua caixa de e-mail e confirme sua inscrição para começar a receber nossa newsletter.

Ocorreu um erro.
Tente novamente mais tarde.

Email inválido.
{{mensagemErro}}

Source

Related posts