You are here

Mutirão de cirurgias oftalmológicas vai reduzir 1 ano de espera no ES | Espírito Santo

Além de catarata, as cirurgias oferecidas serão de pterígio, vitrectomia e estrabismo. Serão realizados 6.510 procedimentos até o fim deste ano.

Rosalina conseguiu atendimento apenas nesta segunda-feira, após quase um ano  (Foto: Kaique Dias/CBN Vitória)Rosalina conseguiu atendimento apenas nesta segunda-feira, após quase um ano  (Foto: Kaique Dias/CBN Vitória)

Rosalina conseguiu atendimento apenas nesta segunda-feira, após quase um ano (Foto: Kaique Dias/CBN Vitória)

A espera para cirurgias de oftalmologia no Espírito Santo hoje demora até um ano e meio. Só que muitas vezes esse tempo pode prejudicar a visão de quem já está com problemas, como no caso da catarata. Para amenizar a situação, a Secretaria Estadual de Saúde (Sesa) iniciou, nesta segunda-feira (3), um mutirão de cirurgias para diversas doenças e realiza 6.510 procedimentos até o fim deste ano.

O atendimento será feito no Hospital Evangélico, nas unidades de Vila Velha, na Grande Vitória, e Cachoeiro de Itapemirim, no Sul do Estado.

Além de catarata, as cirurgias oferecidas serão de pterígio, vitrectomia e estrabismo. O movimento no Hospital Evangélico de Vila Velha nesta segunda-feira estava intenso, com muita gente esperando.

A aposentada Rosalina Maria Ribeiro, de 56 anos, está desde agosto do ano passado, quase um ano, esperando um cirurgia. “Eu estou ruim da vista. Não enxergo daqui ali. Não conseguia de jeito nenhum. Sexta-feira me ligaram e disseram para eu vir para cá porque teria mutirão”, ressalta.

Hoje existem no Estado 3,6 mil pessoas na espera para cirurgias de oftalmologia. A fila é estadual e os encaminhamentos, mesmo com o mutirão, são feitos por consultas nas unidades de saúde. A mobilização seguirá até o final do ano, com investimento de R$ 6,1 milhões, incluindo recursos do Governo Federal.

De acordo com o Secretário de Saúde, Ricardo de Oliveira, outros mutirões, para demais áreas, devem acontecer até o fim do ano, em áreas como ortopedia e vascular.

“Nós estamos localizando essas filas, planejando para poder organizar. A primeira foi essa porque é maior, com 40%. Espero ainda esse ano poder anunciar, mas é certo que até o próximo ano vão acontecer”, destacou.

O Estado já deve oferecer este ano 14.880 cirurgias oftalmológicas em cinco unidades da rede de saúde estadual. O mutirão será complementar ao atendimento normal.

Source

Related posts

Leave a Comment