You are here

Militar português morre em ataque no Mali > TVI24


Um militar português morreu no ataque que ocorreu ontem, em Bamako, capital do Mali, confirmou a TVI. Tinha 40 anos, era natural de Valongo e prestava serviço no Comando de Pessoal no Porto, disse à Lusa fonte do Exército.

O Sargento-Ajudante Paiva Benido, casado e com duas filhas menores, integrava o contingente nacional na Missão de Treino da União Europeia no Mali, composto por 10 elementos.

Uma nota do Exército adianta que o militar morreu “devido a confrontos ocorridos na sequência de um ataque de elementos rebeldes que provocou outras baixas entre elementos de outros contingentes”.

O Estado-Maior-General das Forças Armadas lamenta informar que, no âmbito da Força Portuguesa que está ao serviço da União Europeia no Mali (European Union Training Mission – EUTM Mali), ocorreu um ataque terrorista nas imediações de Bamako, pelas 16h00 horas do dia 18 de junho, de que veio a resultar uma vítima do contingente militar português”.

 

Em comunicado enviado à TVI, as Forças Armadas explicam que o local onde ocorreu o ataque (Hotel Le Campement Kangaba) utilizado como Wellfare Center entre os períodos de atividade operacional dos militares que prestam serviço neste país.

Encontravam-se no local vários militares da força internacional de diversos países, entre os quais dois portugueses. Mais se informa que o segundo militar português saiu ileso deste ataque”.

 

A família do militar em causa já está informada sobre o que aconteceu e a receber apoio psicológico.

Já foi decidido instaurar um inquérito, no sentido de esclarecer as circunstâncias que envolveram o ataque terrorista em Bamako.

“Este foi sem dúvida um ataque terrorista”, disse o ministro Salif Traore, à Radio France Info, citado aqui pela Reuters. 

“As forças antiterroristas chegaram ao local imediatamente a seguir. Cinco terroristas foram mortos”
 

Source

Related posts

Leave a Comment