You are here

Médica zomba de nome de paciente e é afastada de hospital – CORREIO

Uma médica de 50 anos foi afastadas de suas funções em um hospital de Praia Grande, no litoral de São Paulo, após debochar publicamente do nome de uma paciente que ela atendeu. “Isso é um nome… Já imaginou quando ela era bebê?”. Essa pergunta foi feita pela médica em seu perfil em uma rede social. A paciente Valmita Dias, de 65 anos, havia sido atendida pela médica Claudia Regina Zanella na véspera da data da publicação.

Após descobrir a publicação, a família da idosa procurou auxílio jurídico. Ao G1 Santos e Região, o filho de Valmita, o motorista Edivan Vital da Silva, de 42 anos, falou sobre a situação. “Minha mãe não estava se sentido bem, foi ao hospital e acabou atendida por essa médica. No dia seguinte, minha irmã foi avisada por um amigo sobre uma postagem no Facebook. Quando ela foi ver, era a nossa mãe. Nossa, eu fiquei indignado”,disse em entrevista.

“Vamos tomar providências na esfera cível e criminal”, disse o advogado da família, Marco Antônio Pinheiro.

“Em pleno Século 21, isso ainda acontece em nosso país. A saúde já está uma precariedade, e eu não acho justo uma médica que estudou tanto tempo fazer esse tipo de comentário”, desabafou Edivan.

 Na quinta-feira (1º), eles registraram um boletim de ocorrência na Polícia Civil sobre o caso. Ao G1 Santos e Região, o Hospital Irmã Dulce disse que  “notificou a empresa para a qual a médica presta serviço, solicitando o afastamento imediato da profissional, que deixa de fazer parte da equipe de atendimento”. O nome da firma terceirizada não foi informada pela direção da unidade de saúde.

O Cremesp, também através de nota enviada ao porta, informou que instaurou sindicância para averiguação dos fatos, “o que envolve coleta de provas e documentos sobre o ocorrido, manifestação escrita e, sempre que necessário, audiência com os envolvidos”. O prazo de apuração dura de seis meses a dois anos, em média, e ocorre em sigilo.

Source

Related posts

Leave a Comment