You are here

Mãe quer conscientizar pais após filha ser picada por carrapato

Numa manhã como outra qualquer, Amanda Lewis percebeu que a filha não conseguia ficar de pé. Ela, então, decidiu gravar um vídeo para mostrar aos familiares os estranhos sintomas, procurando uma resposta. “Evelyn começou a agir de forma estranha ontem à noite, na hora de dormir. Ela não queria levantar-se da banheira para colocar o pijama“, contou a mulher no Facebook.

Eu a ajudei e a coloquei para dormir. Ela estava um pouco agitada e acabei dormindo com ela a noite toda. Hoje de manhã ela estava tendo dificuldades para ficar em pé. Ela não conseguia caminhar, ou engatinhar, eu não tinha quase nenhum uso para os seus braços. Nós fizemos esse vídeo para mandar para familiares para descobrir se alguém tinha alguma ideia do que poderia estar acontecendo. Nos decidimos levá-la para o Pronto Socorro após a gravação, pois os sintomas só pioravam“, explicou Amanda na internet.

A menina foi atendida pela emergência de um hospital em Oregon, nos Estados Unidos, no dia 13 de maio. “O médico conversou com a gente por cerca de um minuto e disse que, em 15 anos de carreira, ele só viu 7 ou 8 crianças com a idade da Evelyn com os mesmos sintomas“, contou o rapaz. A menina tinha um carrapato escondido na cabeça: “A condição é chamada de paralisia de carrapato. Ela pode afetar cachorros e também pode ser fatal. Eu sou grata porque agimos rápidos e descobrimos o que estava errado antes da situação piorar“, contou a mulher. Assista: 

 
O hospedeiro estava escondido nos fios de cabelo da criança e foi rapidamente encontrado pelos médicos. “Os carrapatos estão com tudo nessa época então se os seus filhos ou cachorros começarem a agir de maneira estranha, procurem por carrapatos. Eu me sinto péssima por não ter visto o bichinho antes, mas eu nunca imaginei em procurar por um carrapicho. É incrível que um pequeno inseto possa fazer tanto estrago!“, desabafou a mulher, que compartilhou vídeo para alertar outras famílias.

O carrapato foi removido, Evelyn está se sentindo melhor. Ela está aproveitando um picolé e assistindo desenhos animados“, contou a mulher na publicação, que já acumula mais de 21 milhões de visualizações. Após o sucesso da mensagem, Amanda publicou um novo recado: “Para quem não nos conhece pessoalmente, Evelyn está se sentindo muito melhor. Demorou até a manhã seguinte para se sentir a vontade. Ela reclama muito de coceiras na cabeça mas, além disso, ela está ótima“, comentou.

Eu e meu marido ainda estamos em choque com o que aconteceu com a nossa garotinha e estamos felizes porque conseguimos conscientizar outras pessoas. Não é terrivelmente comum, mas é bom estar sempre alerta. Os médicos disseram que o carrapato que a mordeu não é carrega a doença de lyme, mas nós estamos de olho“, contou Amanda no Facebook. A paralisia que acometeu a criança é resultado de uma toxina presente nas glândulas salivares do inseto — os primeiros sintomas são fraqueza nas pernas.

Dê sua opinião: E você, o que achou do alerta publicado pelos pais da menina? Deixe seu comentário e aproveite para curtir nossa página no Facebook!

Source

Related posts

Leave a Comment