You are here

Mãe de bebê baleado no útero, no RJ, soube nesta terça-feira que o filho está gravemente ferido | Rio de Janeiro

Claudineia dos Santos Melo estava grávida de 9 meses quando foi baleada. O filho, Arthur, ficou paraplégico, mas médicos acreditam que situação pode se reverter.

Em 2017, cinco crianças morreram no Rio por bala perdida, diz ONG

Em 2017, cinco crianças morreram no Rio por bala perdida, diz ONG

Claudineia dos Santos Melo, a mulher baleada em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, soube nesta terça-feira (4) que o seu filho, ainda no útero, também foi atingido, conforme noticiou o Jornal Nacional. Após ser baleado, o bebê está paraplégico, mas médicos acreditam que a situação pode ser revertida. Isso porque ainda não há um diagnóstico preciso sobre a recuperação dele.

“Nesse momento, trata-se de uma criança muito grave, com ventilação mecânica, então, nesse momento o que tem que fazer é o suporte à vida. A gente não pode mensurar a capacidade de uma criança em evoluir”, explicou o neurologista Eduardo França.

Imagem de exame mostra lesões no organismo de bebê atingido por bala perdida na barriga da mãe (Foto: Reprodução/TV Globo)Imagem de exame mostra lesões no organismo de bebê atingido por bala perdida na barriga da mãe (Foto: Reprodução/TV Globo)

Imagem de exame mostra lesões no organismo de bebê atingido por bala perdida na barriga da mãe (Foto: Reprodução/TV Globo)

O médico ressalta que a ausência de movimentos das pernas do bebê é uma identificação que chamou de “momentânea”. Segundo ele, não dá para definir que a paraplegia é algo irreversível. Ele acrescentou a criança tem a capacidade de evoluir e no caso de Arthur o que foi identificado foi uma fratura no osso da coluna. Não há, portanto, como mensurar a lesão medular.

Claudinéia permanece internada na Unidade de Pacientes Graves (UPG) do Hospital Municipal Moacyr Rodrigues do Carmo, também em Caxias, e está fora de perigo. A mulher estava grávida de nove meses quando foi atingida por uma bala perdida na Favela do Lixão. A criança nasceu após uma cesariana de emergência.

O disparo, que deixou o bebê paraplégico, também arrancou um pedaço da orelha dele e criou um coágulo na cabeça. O tiro atravessou o quadril da mãe e atingiu a criança – perfurando os pulmões e provocando uma lesão na coluna.

Bebê baleado ainda dentro da barriga da mãe, em Caxias (Foto: Reprodução TV Globo)Bebê baleado ainda dentro da barriga da mãe, em Caxias (Foto: Reprodução TV Globo)

Bebê baleado ainda dentro da barriga da mãe, em Caxias (Foto: Reprodução TV Globo)

Source

Related posts

Leave a Comment