You are here

Maduro promete referendo sobre nova Constituinte da Venezuela – Notícias

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, anunciou nesta quinta-feira (1) que a nova Constituição do país, que será redigida pela Assembleia Constituinte convocada por ele, será submetida a um referendo. “Ao final do processo, com certeza vou propor de maneira expressa, aberta e taxativa. A nova Constituição sairá a referendo consultivo para que seja o povo que diga se está de acordo com a nova Constituição reforçada ou não está de acordo”, disse o presidente durante uma reunião em seu gabinete no Palácio de Miraflores.

Quais países alimentam a Venezuela em crise?

Para o mandatário venezuelano, a eleição de uma Assembleia Constituinte serviu para alcançar a “paz” no país, que atualmente vive uma grave crise política e econômica. No entanto, a oposição considera o ato uma “fraude constitucional” para evitar eleições antecipadas.

“Não é a primeira vez e nem será a última que surgirão traidores e sua traição começa com sua vacilação sobre a necessidade de processos transformadores”, disse Maduro sobre setores do governo que rejeitam a Constituinte, especialmente a procuradora-geral, Luisa Ortega.

Ontem, Ortega interpôs uma ação legal contra a Assembleia Nacional, depois que a Suprema Corte autorizou sua convocação sem um referendo. Chavista declarada, ela questionou que tenha sido o próprio Maduro a convocar diretamente a Constituinte.

“Igualmente solicitamos o esclarecimento de se a democracia perdeu vigência”, acrescentou a procuradora-geral.

Os rivais de Maduro rejeitam a mudança da Constituição desde seu anúncio. Para eles, trata-se de um golpe para aumentar os poderes do chavista e ilegalizar a oposição, transformando o governo em uma ditadura.

Sete personagens centrais para entender a crise na Venezuela

Source

Related posts

Leave a Comment