You are here

Lesões, expulsão e três goleiros diferentes: a “louca” derrota do Lille de Bielsa | futebol francês

Depois de abrir o Campeonato Francês com boa vitória, o Lille de Marcelo Bielsa viveu um dia para se esquecer neste domingo. A equipe sofreu sua primeira derrota no torneio ao ser superada pelo Strasbourg por 3 a 0, fora de casa, em um dia para lá de inusitado – em que as coisas não deram muito certo para os visitantes: o brasileiro Thiago Mendes saiu lesionado no começo do jogo, Bielsa operou as três substituições no primeiro tempo, o goleiro Maignan foi expulso e outros dois atletas o substituíram sob as traves.

A maré de azar do Lille veio à tona ainda no começo do primeiro tempo, aos 10 minutos, quando Thiago Mendes caiu no gramado e precisou sair do campo de maca, sendo substituído por Bissouma. Sete minutos depois, mais um problema físico: Malcuit precisou ser trocado e deu lugar a Thiago Maia. Conhecido como “Loco”, Bielsa queimou sua terceira substituição ainda no primeiro tempo, aos 37, colocando N’Guessan no lugar de Ballo. E isso custaria caro ao treinador na sequência.

Apesar dos problemas do Lille, a partida seguiu empatada até o meio do segundo tempo, quando um lance-chave piorou a situação dos visitantes. O goleiro Maignan se envolveu em uma pequena discussão com Corgnet, quando tentava sair jogando, e reagiu de uma forma um tanto quanto bizarra: com o árbitro exatamente ao seu lado, ele jogou a bola na cabeça do adversário de forma proposital. O juiz, então, mostrou o cartão vermelho direto.

Além de ficar com um jogador a menos, o Lille se viu na necessidade de improvisar para substituir o arqueiro, já que não tinha mais substituições a fazer. O atacante De Préville, então, foi para o gol e, apesar de intervir em um lance, demorou pouco menos de 10 minutos para buscar a bola no fundo das redes: Martin marcou finalizando na área, aos 29. E, então, ocorreu mais um fato inusitado no jogo: a troca de goleiros.

O zagueiro Amadou decidiu ir para o gol, e De Préville voltou ao ataque. E logo depois teve uma dura missão: tentar defender um pênalti. Liénard cobrou e converteu, e o “goleiro” quase conseguiu a defesa. A dois minutos do fim, Grimm ainda conseguiu aumentar a diferença e dar fim ao dia de drama de Bielsa e companhia: 3 a 0.

Source

Related posts

Leave a Comment