You are here

Lder do PT diz que foi ao ‘Lula Livre’, mas no em dia de sesso na Cmara – Politica

O lder da bancada do PT na Cmara, deputado Paulo Pimenta, afirmou no ter comparecido a Curitiba em “nenhum dia de sesso” na Casa e que “so absolutamente ridculas” aes populares do Movimento NasRuas para que parlamentares que foram prestar solidariedade a Lula preso devolvam seus dias/salrio.

NasRuas encabeou em 2016 o impeachment da ex-presidente Dilma. Na semana passada, o movimento levou Justia um bloco de aes populares contra seis parlamentares – subscritas pela jornalista Joice Hasselman, pela lder do movimento, Carla Zambelli e pelo advogado Jlio Csar Martins Casarin – que miram os senadores Lindbergh Faria (PCdoB/RJ), Roberto Requio (MDB/PR) e Gleisi Hoffman (PT/PR) e, ainda, os deputados federais Wadih Damous (PT/RJ) e Paulo Pimenta (PT/RS) e a deputada estadual pelo Rio Grande do Sul Manuela D’vila (PCdoB).

O movimento questiona o suposto uso de verbas pblicas para “atividade de cunho particular”.

Segundo NasRuas, os parlamentares “ento de planto no local, recebendo do errio pblico para no trabalhar”.

O movimento sustenta que “os mesmos senadores e deputados incorrem a prtica evidente de improbidade administrativa, pelo fato de estarem em pleno gozo do exerccio de seu mandato e utilizarem dinheiro pblico para uma atividade de cunho particular”.

“Estranha a histria”, reagiu Paulo Pimenta. “Eu no estive em Curitiba nenhum dia de sesso. Eu fui a Curitiba em uma reunio da executiva nacional do PT.”

O deputado ressaltou que “atividades partidrias so consideradas atividades legislativas”.

“Lder da bancada partir para um executiva nacional do seu partido. Portanto, o lder da bancada, atividades partidrias so consideradas atividades legislativas. Ento, ridculo.”

Paulo Pimenta tem sido presena frequente no acampamento “Lula Livre”, no entorno da Polcia Federal de Curitiba, onde o ex-presidente cumpre pena de 12 anos e um ms de recluso no caso triplex.

Aps o encarceramento do petista, os lderes do PT na Cmara e no Senado decidiram transferir provisoriamente a Executiva Nacional do partido para a capital paranaense.

Tambm tem marcado presena no acampamento Lindbergh. Em resposta s aes do NasRuas, ele afirmou ter pago as passagens para Curitiba, “como pblico e notrio”. “Isso coisa de gente desocupada que defende o Temer mas anda com vergonha de assumir”.

Source

Related posts