You are here

Jornal Nacional – Ataque a hotel-cassino deixa 36 mortos nas Filipinas

Após informações contraditórias, autoridades confirmaram mortes.
Medo de terrorismo vem de conflitos que exército enfrenta no país.

Autoridades filipinas confirmaram a morte de 36 pessoas no ataque de um homem a um hotel-cassino. Quando a sexta-feira (2) amanheceu na capital filipina, ainda havia fumaça saindo pelas janelas do hotel. O resort World Manila é tido como uma opção de luxo na cidade, com cassino, shopping e segurança reforçada. Mas que não impediu a tragédia, ao que tudo aponta até agora, provocada por apenas um homem.

Ele ainda não foi identificado. Chegou pouco depois da meia-noite, hora local, e começou a atirar com um fuzil no cassino. O pânico se instalou entre as mesas de jogos: o invasor tocou fogo em algumas, aumentando a correria. Depois, segundo a polícia, ele foi para outra parte do complexo: entrou em um quarto e ateou fogo ao próprio corpo. Foi encontrado morto pela manhã.

A dimensão do caso só foi conhecida ao se vasculhar o prédio atrás de outros possíveis invasores. Os corpos das vítimas foram encontrados em dois andares do cassino. Segundo a polícia, morreram por asfixia tentando escapar da fumaça. 

O Estado Islâmico chegou a assumir a responsabilidade por esse ataque, mas a polícia filipina não acredita nisso. O homem não teria atirado diretamente em ninguém dentro do cassino. Entre as vítimas não havia sinal de ferimentos por arma de fogo e não houve sequer um refém. Seja lá o que motivou a ação, terminou de forma trágica. 

O medo de uma ação terrorista veio dos conflitos que o exército filipino está enfrentando no Sul do país. Grupos rebeldes tentam a independência de uma região de maioria muçulmana. Em dez dias de combates, mais de cem pessoas morreram.

Source

Related posts

Leave a Comment