You are here

‘Isso é desumano’, diz pai de jovem piauiense morta com 17 tiros em GO – Home (Página Inicial)

O piauiense Juarenso Matias de Castro lamentou o assassinato da filha de 19 anos, alvejada com vários disparos de arma de fogo na última sexta-feira (16), em Aparecida de Goiânia. Mariana Helena Matias e o namorado Diogo Alves Nunes, de 21 anos, foram surpreendidos na porta da casa da garota, que morava com o primo.

“A gente fica sem acreditar em um negócio desses. Ver uns covardes fazerem uma coisa dessa. Minha filha era uma criança, minha menina. Eu a botava no colo. Eu esperava beijar e abraçar minha filha e agora não tem como mais. Isso é desumano”, afirmou em entrevista concedida à TV Anhanguera.

Juarenso mora no Piauí, e não via a filha há um ano e meio, mas sempre mantinha com ela contato por telefone. “Que se faça justiça”, pede.

“Pela forma do crime, você pode abrir leque para tudo. Ela era uma menina muito bonita. Pode ser ciúmes, podem até ter confundido eles”, argumenta o consultor de vendas Victor Augusto Siqueira, primo de Mariana, que morava com ela.

paiestudante.png

Sobre o caso
O caso está sendo acompanhado pelo Grupo de Investigação de Homicídios. Ao G1, o delegado Fabrício Flávio Pereira mencionou sobre a suspeita que os criminosos tenham agido de forma premeditada, cortando o pneu do automóvel para obrigar Diogo a parar e trocá-lo.

O corpo de Mariana foi encontrado a cerca de 100 metros do de Diogo, que caiu bem ao lado de um VW Jetta. O veículo estava ainda suspenso por um macaco hidráulico, e com estepe e chave de roda caídos ao lado do corpo.

casa.jpg

Preliminarmente, foram identificadas 17 perfurações à bala no corpo de Mariana, e nove no corpo do rapaz. Os dois namoravam há cerca de dois anos.

Source

Related posts

Leave a Comment