You are here

Indústria e comércio abrem vagas e geram saldo positivo na contratação de pessoas no Paraná | Paraná

Os setores de indústria e comércio do Paraná foram os principais motores que puxaram o saldo positivo registrado pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), referente ao mês de setembro. Os números foram divulgados pelo Ministério do Trabalho nesta quinta-feira (19).

De acordo com a pasta, o Paraná fechou o último mês com 2.801 vagas abertas com carteira assinada. O número representa aumento de 0,11%, em relação a agosto deste ano.

Apesar de o número ser expressivo, ele não foi suficiente para reverter o resultado ruim registrado nos últimos 12 meses. De acordo com o Caged, há 12.055 vagas a menos que registrado período anterior, entre setembro de 2015 e setembro de 2016.

No acumulado deste ano, o resultado é um pouco melhor. Entre janeiro e setembro, foram abertas 28.623 vagas com carteira assinada, um aumento de 1,11%, na comparação com o mesmo período de 2016. Com as contratações de fim de ano, há a possibilidade de aumento nesses números nos próximos meses.

O setor industrial do Paraná teve o melhor saldo entre os analisados pelo Caged. Das 2.347 vagas abertas em setembro, quase 40% vieram das indústrias de madeira e mobiliário e da indústria têxtil.

Já o comércio, que teve o segundo melhor saldo, com a abertura de 1.878, foi impulsionado pelas empresas varejistas, que abriram cerca de 1,4 mil postos com carteira assinada.

Na outra ponta, os setores de serviços e de agropecuária apresentaram recuos. Na área de serviços, o resultado foi puxado para baixo principalmente por causa de demissões em empresas que atuam no setor imobiliário. Ao todo, o setor de serviços perdeu 767 vagas, uma queda de 0,08% em relação ao mês anterior.

Já no setor agropecuário, as 853 vagas fechadas representaram uma queda de 0,77%, quando os números são comparados a agosto deste ano.

Na Região Sul, o Paraná foi o segundo estado com mais contratações em setembro, ficando atrás de Santa Catarina, onde as empresas abriram 8.011 vagas com carteira assinada. Já o Rio Grande do Sul teve um dos piores resultados do país, com o fechamento de 278 postos de trabalho.

Em todo o Brasil, o saldo também foi positivo, com a abetura de 34.392 vagas. O estado que mais contribuiu para isso foi Pernambuco, com a abertura de 13.992 vagas formais. O Paraná ficou em 5º lugar na geração de empregos em setembro.

Source

Related posts

Leave a Comment