You are here

Ibovespa sobe 0,56% em pregão de negócios reduzidos

O mercado de ações teve um pregão ameno nesta quarta-feira, 28, principalmente no período da tarde, quando predominou uma alta moderada e contínua do Índice Bovespa. O cenário internacional foi influência favorável, composta pela valorização das commodities, enfraquecimento do dólar e bolsas operando em terreno positivo. O desconforto com o cenário político continuou presente entre os investidores, mas foi minimizado pelo bom comportamento dos mercados de câmbio e juros, que recuaram.

O Índice Bovespa fechou em alta de 0,56%, aos 62.017,97 pontos, depois de ter oscilado entre a mínima de 61.433,33 (-0,39%) e a máxima de 62.057,28 (+0,62%). Os negócios somaram R$ 5,8 bilhões, abaixo da média do mês, num sinal de retração do investidor.

A alta foi comandada principalmente pelas ações da Vale, que subiram 3,12% (ON) e 2,02% (PNA), beneficiadas pela alta de 4,4% do minério de ferro no mercado à vista chinês, a US$ 62,33 a tonelada. Os papéis da mineradora impulsionaram a valorização das ações de siderurgia e metalurgia. Gerdau Metalúrgica PN subiu 6,44% e liderou as altas do Ibovespa.

Apoiada nas recentes altas do minério, as ações da Vale têm sido menos influenciadas pelo risco político doméstico, apresentando-se como importante contraponto a outros papéis negociados na bolsa, que vêm sendo penalizados pela crise doméstica. Para se ter ideia, enquanto o Ibovespa acumula perda de 1,11% em junho, Vale ON contabiliza ganho de 5,69% no mesmo período.

Na ponta contrária estiveram as ações da Petrobras, que caíram 0,85% (ON) e 1,06% (PN) no dia, apesar da alta superior a 1% do petróleo nos mercados futuros de Londres e Nova York. No acumulado do mês, Petro PN recua 6,79% e Petro ON perde 5,43%. Além de refletirem o risco político de maneira geral, os papéis hoje foram impactados negativamente pela notícia de que o governo considera a possibilidade de elevação da Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico (Cide) sobre combustíveis.

O setor financeiro, também sensível ao cenário político, mostrou fraqueza no decorrer do pregão de hoje, mas a maioria dos papéis acabou fechando em alta. Banco do Brasil avançou 1,11% e Bradesco PN ganhou 0,84%. Já Itaú Unibanco PN, ação de maior peso no índice, fechou praticamente estável, em baixa de 0,03%.

Source

Related posts

Leave a Comment