You are here

Hyundai deve tirar de linha o HB20 Turbo

Modelo foi incluído na linha 2018, mas fontes afirmam que a decisão já foi tomada

access_time

11 jul 2017, 19h36 – Publicado em 11 jul 2017, 18h57

Hyundai HB20 1.0 Turbo

Hyundai HB20 1.0 Turbo (Arquivo/Quatro Rodas)

Acontece com certa frequência na indústria automotiva: dependendo da fase que está o projeto de um carro, é preciso seguir em frente e colocá-lo no mercado, ainda que o seu fracasso seja dado como certo.

É o que pode estar acontecendo com os HB20 equipado com motor 1.0 turbo. Durante o lançamento, nós comparamos o 1.0 Turbo com o 1.6 aspirado.

Sua fase final de desenvolvimento coincidiu com o lançamento comercial do motor 1.0 TSi, no Up!. Não, por menos, trouxemos os dois para um comparativo exclusivo – e você pode ler aqui.

Tão logo os carrinhos começaram a ganhar as ruas, o motor passou a ser visto pelo mercado como um verdadeiro canhão milagroso capaz de entregar, como nenhum outro, alta performance e economia. Foi o pesadelo da Hyundai.

Hyundai HB20 1.0 Turbo

O logotipo Turbo na traseira identifica a nova versão do HB20 (Arquivo/Quatro Rodas)

“Já sabíamos que a Volkswagen viria com um motor 1.0 turbo e tínhamos a missão de criar um produto à altura. Mas assim que vimos o nível de sofisticação técnica do concorrente, congelamos as mudanças, pois o custo para nivelar a briga era proibitivo”, disse um dos engenheiros da Hyundai ao editor Péricles Malheiros, à época do lançamento do HB20 Turbo.

O reflexo mais importante dessa história pode chegar em um ano. Uma fonte da Hyundai afirmou que a empresa esperava um volume de vendas bem maior para a versão turbinada do HB20.

Hyundai HB20 1.0 Turbo

HB20 turbo não resistiu à concorrência do Up! TSi. Motorização 1.0 e 1.6 aspirada segue sem alterações (Arquivo/Quatro Rodas)

“Conseguimos dar continuidade ao HB20 Turbo na linha 2018, que acaba de ser apresentada, mas é óbvio que se o volume seguir tão baixo, a produção não se justifica”, revelou outra fonte, sob condição de sigilo de sua identidade.

Segundo dados da consultoria Jato, o 1.0 Turbo representa apenas 2,7% das vendas do modelo (hatch e sedã) de julho de 2016 até maio deste ano.

Para piorar, desde janeiro, a versão começou a apresentar forte declínio nas vendas, caindo de 8,8% naquele mês para 1,9% em maio.

Source

Related posts

Leave a Comment