You are here

Hospital São Lucas, em Ribeirão Pires, volta a funcionar com parceria para ampliar serviços

 

(Foto: Divulgação)

O Hospital e Maternidade São Lucas foi reinaugurado pela Prefeitura de Ribeirão Pires nesta segunda-feira (3/7). O evento foi marcado pela assinatura de convênio entre o município e a Associação de Beneficência e Filantropia São Cristóvão para a ampliação e modernização dos serviços prestados à população na unidade hospitalar.

A parceria, que terá prazo de três anos, podendo ser prorrogado por igual período, não irá gerar novas despesas à Administração Municipal, uma vez que os custos da implantação e desenvolvimento das atividades previstas no convênio serão arcadas pelo São Cristóvão.

“Ribeirão Pires está no caminho certo e vamos seguir superando os obstáculos para fazer com que nossa cidade seja cada dia melhor. A parceria com o São Cristóvão contribuirá muito para que a Prefeitura efetive o projeto de reestruturação da rede municipal de saúde, que atenda as diretrizes que regulam o setor e também as demandas da população, que deve ter garantido atendimento de qualidade em todas as áreas”, declarou o prefeito de Ribeirão Pires, Adler Teixeira – Kiko.

A ampliação dos serviços será realizada em três etapas até o final deste ano. A primeira consiste em: humanização do atendimento e dos procedimentos da maternidade; abertura de oito leitos de retaguarda para observação dos pacientes da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Santa Luzia; e ampliação do serviço de nutrição do hospital.

Em todas as fases desta etapa, o São Cristóvão disponibilizará médicos para o atendimento das demandas. Ainda, para receber os novos serviços, a Secretaria de Saúde e Higiene revitalizou a estrutura da unidade hospitalar, grande parte feita com mão de obra própria. Foram executados serviços de pintura, instalação de nova identificação visual, estruturação de sala de emergência, humanização dos quartos da maternidade, entre outras adequações.

Na segunda etapa, que tem início de serviços previstos para setembro, o Hospital e Maternidade São Lucas ampliará a área de apoio de diagnóstico por imagem e laboratorial. A unidade hospitalar receberá o tomógrafo adquirido pela Prefeitura em 2014, mas que nunca foi utilizado e estava irregularmente instalado na UPA Santa Luzia. Ultrassom e raio-x também estarão disponíveis no São Lucas, que contará ainda com laboratório próprio de análises clínicas.

Já na terceira e última fase, a Secretaria de Saúde e Higiene, em parceria com o São Cristóvão, oferecerá pequenas cirurgias que até então não estavam disponíveis na rede municipal.

Ao final da implantação dos serviços, o Hospital e Maternidade São Lucas terá 51 leitos, sendo 10 para maternidade e 41 para clínica médica. Os médicos serão designados pelo São Cristóvão. À Prefeitura, caberá a gestão dos profissionais de enfermagem e do setor administrativo, além de manter os insumos e suprimentos necessários ao funcionamento das atividades da unidade hospitalar.

Source

Related posts

Leave a Comment