You are here

Hepatite vira foco no Julho Amarelo – Diário do Grande ABC

Mais uma iniciativa entra no foco das atenções com a mudança do mês. Começa hoje o Julho Amarelo, ação voltada à prevenção dos diversos casos de hepatite, doença que causa inflamações no fígado. Durante os próximos 30 dias, as atividades de conscientização serão intensificadas no Grande ABC. O objetivo é o de que neste período as redes municipais de Saúde reforcem orientações a respeito da doença, como forma de evitar a contaminação pelo vírus e tirar dúvidas sobre os serviços gratuitos de atendimento existentes nos municípios.

Em 2015, o número de contaminados por hepatite B, a mais comum, chegou a 780 no Estado. Em Santo André, 25 casos foram registrados. Já o número de cicatriz sorológica (pessoas que já foram tratadas, mas ainda apresentam taxa de vírus no sangue) de hepatite B alcançou 743, com 14 registros na cidade andreense. Os de tipo C (caso mais grave) por residência foram 645 no Estado, sendo 23 em Santo André, enquanto o de cicatriz sorológica foi 109 em São Paulo, sendo cinco no município. Nas outras cidades da região não houve registros.

No momento existem, em acompanhamento na rede de Saúde de Ribeirão Pires, 27 casos de hepatite B e 89 de C. Serão intensificadas ações para conscientização da população, e a Secretaria de Saúde e Higiene promoverá palestras na rede municipal, reforçando a divulgação dos serviços gratuitos de orientação e testagem.

Durante todo o mês, as equipes darão suporte no Centro de Atendimento e Aconselhamento, na Avenida Francisco Monteiro, 205, Centro. A Prefeitura de Ribeirão disponibiliza doses da vacina contra hepatite B nas unidades da Atenção Básica. Exames de hepatites B e C podem ser realizados no Centro de Atendimento e Aconselhamento, local onde também estão disponíveis preservativos feminino e masculino, gel e folhetos educativos.

As hepatites A, B e C demandam maior atenção, pois são as mais comuns do tipo viral no Brasil. As hepatites D e E, no entanto, são mais raras, mas exitem casos recorrentes. A contaminação das hepatites B, C e D pode ser evitada de diversas formas. Além do uso de preservativo, outra maneira de se evitar a doença é não compartilhar materiais cortantes, como agulhas, lâminas de barbear, seringas e instrumentos de manicure e pedicure. Já as hepatites A e E pedem higiene mais rigorosa. É importante utilizar água potável e lavar bem alimentos e mãos. Cozinhar bem mariscos e frutos do mar também é medida indicada pela Vigilância Sanitária.

Até o fechamento desta edição, as demais prefeituras da região não repassaram informações sobre ações e número de pessoas infectadas.

AGOSTO DOURADO

Como forma de disseminar a importância do aleitamento materno, a Prefeitura de São Bernardo, por meio da Secretaria de Saúde, iniciou na quinta-feira curso de capacitação para profissionais das UBSs (Unidades Básicas de Saúde). Dois enfermeiros de cada um dos 34 postos de atendimento foram convocados para o treinamento.

O evento reuniu cerca de 100 profissionais no auditório da Faculdade de Direito de São Bernardo e teve como objetivo orientar enfermeiros que trabalham diretamente com gestantes, puérperas (pós-parto) e mães sobre a importância da amamentação.

A iniciativa é uma preparação para a campanha que será realizada no próximo mês, o Agosto Dourado, que celebra o Mês do Aleitamento Materno. A iniciativa propõe a conscientização da população sobre a importância da amamentação e deve ampliar o número de ações nas cidades da região para atingir o maior número de mulheres.

Segundo dados do HMU (Hospital Municipal Universitário), 98% das puérperas deixam a maternidade amamentando, e logo no primeiro mês de vida do bebê o número de mulheres que continuam a amamentar é de apenas 34%.


Atenção! Os comentários do site são via Facebook! Lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Source

Related posts

Leave a Comment