You are here

Guga Chacra declara torcida a Kaysar no BBB18

O sírio Kaysar acaba de ganhar um novo torcedor oficial na sua disputa pelo prêmio de R$ 1,5 milhão no BBB 18: o jornalista comentarista da Globo News, Guga Chacra.

Neto de libaneses, ele é, hoje, considerado um dos maiores especialistas em história da Síria e, no último domingo (15), declarou oficialmente sua preferência por Kaysar.

Desde o início da 18ª edição do Big Brother Brasil, o sírio Kaysar chama a atenção dos espectadores. Primeiro, pela personalidade: animado e irreverente. Segundo por ser refugiado: sírio, ele fugiu da guerra e teria sido torturado até chegar ao Brasil e recomeçar a vida. Assim, o brother, aos poucos, acabou virando o queridinho de boa parte da torcida brasileira.

Em sua conta do twitter, Guga Chacra disse primeiro:

“Confirmado! O brimo sírio @KaysarDadour terá a minha torcida fanática no Big Brother Brasil. Preciso convencê-lo a também a torcer pelo Palmeiras, certo @TiagoLeifert ?”. Alguns minutos depois, questionou: “Sério que há imbecis torcendo contra o brimo @KaysarDadour no BBB porque ele é sírio? Que absurdo”. E ainda completou: “Se meus avós não tivessem imigrado, meu pai poderia ser refugiado. Hoje é médico do Hospital Sírio- Libanês em SP, um dos melhores do Brasil”.

O post que, claro, foi alvo de críticas. Isso porque, dentro e fora casa, o nome do brother Kaysar já rendeu muita desconfiança.

Kaysar teria o prêmio de R$ 1,5 milhão

Kaysar teria entrado no BBB18 com um único objetivo: ganhar o prêmio de R$ 1,5 milhão parar tirar os pais da guerra na Síria. A família dele mora em Alepo, cidade pouco distante de Damasco, a capital síria. No entanto, apesar da história de superação, alguns espectadores do reality asseguram que, aqui no Brasil, ele teria uma “vida fácil”, tal como um “bon vivant”. Tudo isso por causa de uma jaqueta supostamente de grife que Kaysar usou dentro da casa, orçada em nada menos do que R$ 20 mil. Será? Pois é.

Desde então, o nome do sírio é alvo de declarações de amor e de ódio. E, diante de tanto disse que me disse, um primo dele resolveu se pronunciar e assegurou: a família de Kaysar realmente perdeu quase tudo na guerra da Síria, menos a casa onde vivem. E mais: por aqui, o brother ralou bastante antes de entrar na 18ª edição do BBB. Segundo o primo, Kaysar trabalhou como garçom e animador de festas infantis desde que chegou ao Brasil, há oito anos.

Por essas e outras, talvez, é que o jornalista Guga Chacra tenha declarado sua torcida por Kaysar.

Em um dos seus posts no twitter, inclusive, Guga afirmou: “Qual o problema de ser de uma família rica (nem sei ser é)? Isso o torna pior? O @KaysarDadour é de uma nação em guerra. De Aleppo, onde jihadistas perseguiam cristãos como ele na parte oriental da cidade até outro dia.” E completou: “Insisto, estou com o brimo sírio no BBB.”

Guga Chacra e a Síria

No fim do mês passado, o jornalista Guga Chacra afirmou que vai lançar um livro sobre a Guerra da Síria em setembro deste ano. Ele já esteve diversas vezes em Damasco no passado e conseguiu, inclusive, entrevistar o líder sírio Bashar al Assad.

A obra, disse Guga Chacra, tentará explicar esta guerra iniciada em 2011, após ataques contra o regime Assad durante a Primavera Árabe. Mais de 500 mil pessoas morreram desde o início dos combates. O jornalista explicou ainda que o livro será uma mistura de trabalho histórico, com pesquisas aprofundadas, e reportagens jornalísticas.

A previsão, adiantou, é de que o livro seja lançado em São Paulo, no Rio de Janeiro e em Brasília. A obra ainda não possui título. E, diante dos novos ataques a Síria, pelo governo Trump, França e Reino Unido, é bem provável que o número de mortes e histórias seja ainda maior.

Ataques a Síria

Na última sexta-feira (13), o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, anunciou ao mundo um ataque a Síria com 105 mísseis e três alvos em Damasco e Homs, que, segundo o Pentágono, estão relacionados a produção de armas químicas.

A França e o Reino Unido apoiaram a ação.

Source

Related posts