You are here

Golpe no WhatsApp engana 200 mil em 24h com vaga de emprego falsa

Com informações do UOL

Créditos: reprodução/Carrefour

Golpe no WhatsApp: falsas vagas de emprego no Carrefour enganam 200 mil pessoas

Em apenas 24 horas, hackers conseguiram enganar mais de 200 mil pessoas com um golpe no WhatsApp, de acordo com a empresa de segurança digital PSafe. A trucagem consistia em um falso processo seletivo na rede de supermercados Carrefour, com salários de até R$ 1.852.

O usuário recebe um link pelo aplicativo de mensagens, alertando que o Carrefour está contratando profissionais com urgência, sem necessidade de ter experiência e para início imediato. Em tempos de recessão econômica e desemprego, é claro que muitas pessoas se interessariam.

Quando o usuário acessa o endereço para checar as vagas disponíveis, é solicitado que ele responda a três perguntas: “Você conhece ou frequenta o Carrefour da sua cidade?”, “Você tem carteira de trabalho e realmente está interessado nessa vaga?” e “É maior de 18 anos?”.

Após as respostas, a vítima é encaminhada para uma nova página que alega que só é possível agendar a suposta entrevista de emprego se compartilhar a oportunidade com 15 amigos via WhatsApp, para “preencher o mais rápido possível as vagas”. Dessa maneira, o golpe é disseminado rapidamente, com média de 10 mil cliques por hora.

Após o compartilhamento, o usuário é levado a se cadastrar em serviços de SMS pago – que efetuam cobranças indevidas – ou baixar apps falsos, que podem infectar o smartphone e deixá-lo vulnerável a outros tipos de crimes ou prejuízo financeiro.

O ataque ainda conta com comentários de falsos usuários alegando que conseguiram a vaga de emprego, com o intuito de validar o golpe, como, por exemplo, “Estou contratada, graças a Deus”, “Gente, vou começar a trabalhar amanhã” e “Juro que pensei que era mentira, mas não é”.

Créditos: reprodução/WhatsApp

Golpe no WhatsApp engana 200 mil

Saiba como os hackers brasileiros roubam os seus dados bancários

Source

Related posts

Leave a Comment