You are here

Gerente de banco em Nova Serrana tem explosivos amarrados no corpo após sequestro, diz PM | Centro-Oeste

Bope e PM cercam agência em Nova Serrana após relatos sobre explosivos (Foto: Hudson Bruno/Arquivo Pessoal)Bope e PM cercam agência em Nova Serrana após relatos sobre explosivos (Foto: Hudson Bruno/Arquivo Pessoal)

Bope e PM cercam agência em Nova Serrana após relatos sobre explosivos (Foto: Hudson Bruno/Arquivo Pessoal)

Uma agência bancária em Nova Serrana foi cercada pelo Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) de Belo Horizonte, na manhã desta quinta-feira (25), depois que o gerente chegou para trabalhar com explosivos amarrados no corpo.

Segundo a Polícia Militar (PM), ele relatou que foi sequestrado durante a noite e ameaçado por criminosos. Os explosivos foram retirados e a vítima passa bem. O caso será investigado.

Conforme a ocorrência, familiares registraram o desaparecimento do gerente que mora em Divinópolis e não chegou em casa após o expediente desta quarta-feira (24). Durante a manhã, ele foi trabalhar apresentando atitudes suspeitas e dizendo que estava com artefato explosivo preso na região da cintura.

Segundo relato da PM, os colegas sabiam do desaparecimento e chamaram viaturas. Equipes isolaram o local e chamaram o Bope, que após algum tempo conseguiu desativar os explosivos e retirar do corpo da vítima.

Bope retirou explosivo do corpo do gerente, que contou sobre sequestro em Nova Serrana (Foto: Thiago Monteiro/Arquivo Pessoal)Bope retirou explosivo do corpo do gerente, que contou sobre sequestro em Nova Serrana (Foto: Thiago Monteiro/Arquivo Pessoal)

Bope retirou explosivo do corpo do gerente, que contou sobre sequestro em Nova Serrana (Foto: Thiago Monteiro/Arquivo Pessoal)

Vítima relata sobre sequestro

Após os fatos, o gerente disse para a polícia que foi abordado por criminosos, próximo a casa dele no início da noite de quarta-feira (24) e permaneceu durante toda a noite em poder de sequestradores. Ele contou ainda que cerca de oito pessoas o levaram para a zona rural.

Durante a manhã desta quinta (25), os criminosos prenderam explosivos no corpo do gerente e determinaram que seguisse no próprio veículo para o banco, onde retiraria o dinheiro. A vítima contou para a PM que era acompanhado por um dos criminosos, que estava em outro veículo.

Contudo, quando chegou ao local de trabalho, a PM foi acionada pelos colegas que sabiam do desaparecimento. Os autores do sequestro não foram encontrados e equipes especializadas retiraram o artefato do corpo da vítima.

Nenhuma quantia em dinheiro foi levada.

Source

Related posts