You are here

Garotinho é condenado pelo TRE por propaganda antecipada

Ex-governador Anthony Garotinho durante entrevista – Reprodução

RIO — O ex-governador Anthony Garotinho foi condenado pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE) a retirar imediatamente, de suas redes sociais, um vídeo de uma entrevista em que confirma sua candidatura nas eleições deste ano. Para o TRE, Garotinho aproveitou a entrevista para realizar campanha antecipada.

A denúncia contra Garotinho foi feita pelo Ministério Público Eleitoral (MPE), em fevereiro. O tribunal fixou uma multa diária de R$ 5 mil caso o ex-governado descumpra a decisão.

O vídeo que resultou na condenação de Garotinho foi gravado em janeiro, durante uma entrevista a uma rádio de Campos dos Goytacases. Na ocasião, o ex-governador afirma que será candidato e pede aos ouvintes que votem nos deputados apoiados por ele. Ele chegou a afirmar que, caso contrário, “teria que comprar” os parlamentares.

Anthony Garotinho está preso na Penitenciária José Frederico Marques, em Benfica, no Rio, desde novembro do ano passado. Ele é acusado de, junto com sua mulher, Rosinha Garotinho, fazer parte de um esquema de arrecadação ilícita de recursos para campanhas eleitorais.

O GLOBO entrou em contato com a defesa do ex-governador, mas, até a publicação desta matéria, não obteve retorno.

Newsletter

As principais notícias do dia no seu e-mail.

TROCAR IMAGEM


Quase pronto…

Acesse sua caixa de e-mail e confirme sua inscrição para começar a receber nossa newsletter.

Ocorreu um erro.
Tente novamente mais tarde.

Email inválido.
{{mensagemErro}}

Source

Related posts