You are here

Friburgo recebe mais cinco médicos cubanos

Nova Friburgo renovou a adesão para continuar a receber médicos cubanos nas unidades de saúde. Na cidade há três anos, o projeto acontece através de parceria entre o Ministério da Saúde e a Organização Pan-Americana da Saúde (Opas). De acordo com o governo municipal, com os cinco médicos recém-chegados, a cidade passa a contar com 16 profissionais de Cuba, responsáveis por fortalecer a atenção primária.

Ainda segundo a prefeitura, neste primeiro momento, os médicos acompanharão a equipe que já atua nas unidades de saúde para se familiarizar com o trabalho e conhecer os protocolos aqui praticados. Etapa que deve durar em torno de 15 dias, até que o Ministério da Saúde os autorize para, efetivamente, comporem o quadro e exercerem a profissão com autonomia plena.

Logo que liberados, os médicos serão alocados em postos de saúde de cinco distritos: Unidade Básica de Saúde Waldir Costa, em Conselheiro Paulino; e as Unidades de Saúde da Família de Conquista, distrito de Campo do Coelho; Riograndina; Mury; e Lumiar.

Nesta última quinta-feira, 29, o prefeito Renato Bravo recebeu em seu gabinete os cinco médicos cubanos. “Cuba tem uma tradição enorme em relação à qualidade de serviços básicos de saúde. Temos convicção de que precisamos fortalecer o setor, e daí a importância dos médicos cubanos com suas experiências. Com certeza a presença deles vai fazer com que melhore o atendimento, e os bairros e distritos possam ter profissionais extremamente competentes”, destacou Bravo durante a recepção.

“O Brasil sempre buscou muito o modelo de Cuba. Acreditamos que eles virão para engrossar a equipe, mas também para mostrar um caminho que deu certo. Nova Friburgo é uma cidade muito acolhedora e estaremos juntos nessa missão”, acrescentou a secretária municipal de Saúde, Suzane Menezes.

Ainda na gestão do ex-prefeito Rogério Cabral, em novembro de 2016 a Secretaria Municipal de Saúde anunciou que ao menos 13 dos 16 médicos cubanos contratados por meio do programa Mais Médicos na ocasião deixariam o Brasil. A medida seria tomada pelo governo federal com o intuito de oferecer tais vagas do programa prioritariamente para médicos brasileiros.

Os primeiros médicos cubanos chegaram a Nova Friburgo em meados de abril de 2014. Eles foram contratados pelo período de três anos para trabalhar na atenção básica da saúde, fazendo atendimentos nos postos e também nas casas de famílias e nas escolas.

Nas últimas semanas, diversas cidades do país começaram a receber médicos cubanos para reforçar o atendimento nas unidades públicas de saúde.

 

Source

Related posts

Leave a Comment