You are here

Fim do mistério: Alonso anuncia que continuará na McLaren em 2018

Fim do mistério: o espanhol Fernando Alonso anunciou nesta quinta-feira que continuará na Mclaren na próxima temporada da Fórmula 1. A confirmação veio através de um vídeo publicado nas redes sociais da equipe britânica (veja acima).

Dessa forma, o piloto de 36 anos disputará o 17º campeonato da carreira na principal categoria do automobilismo e espera agora por um carro mais competitivo depois do rompimento da escuderia de Woking com a Honda e da assinatura de acordo com a Renault como nova fornecedora de motores.

Ao longo desta quinta, a McLaren foi publicando uma série de vídeos em que dava a entender que o bicampeão mundial continuaria. Nas imagens, funcionários da equipe, entre eles o chefe, Eric Boullier, e o piloto Stoffen Vandoorne, aperfeiçoavam o idioma espanhol. Até que na última filmagem Alonso afirma: “Nos vemos no próximo ano”.

Alonso estreou na Fórmula 1 em 2001 a bordo de uma Minardi. Após um ano como piloto de testes da Renault, tornou-se titular em 2003, temporada em que venceu na categoria pela primeira vez, no GP da Hungria. Em 2006 e 2007, foi campeão pelo time francês.

Em 2007, mudou-se para a McLaren, mas a relação com o então estreante britânico Lewis Hamilton e com outros funcionários da equipe não foi boa, o que o fez voltar para a Renault. Depois disso, competiu pela Ferrari de 2010 a 2014 até retornar a Woking.

Reprodução – Twitter

Fernando Alonso seguirá na McLaren em 2018

Fernando Alonso seguirá na McLaren em 2018

“É fantástico poder prolongar a minha relação com toda a equipe na McLaren. O meu coração sempre me disse para ficar, e me sinto em casa aqui. É uma equipe maravilhosa, cheia de pessoas incríveis, com um calor humano e uma cordialidade que eu nunca vivi em outro lugar na Fórmula 1. Estou muito contente por pilotar aqui”, declarou Alonso em um comunicado da escuderia britânica.

“Também é importante o fato de que McLaren tem os recursos técnicos e o músculo financeiro para ganhar corridas e mundiais na Fórmula 1 em breve. Embora os últimos anos não tenham sido simples, nós não nos esquecemos de como vencer, e acredito que podemos voltar a fazer isso logo”, acrescentou.

Source

Related posts

Leave a Comment