You are here

Família negra de MG é alvo de ataque racista no muro de casa: “Escravos à venda”

“Isso magoa muito. A gente é negro e tem sentimento”, disse o morador da casa, alvo de pichações racistas a cerca de 2 meses; caso foi registrado na polícia como “injúria”

Por Redação

Uma família de Ribeirão das Neves, cidade próxima a Belo Horizonte (MG), vem sendo alvo de ataques racistas através de pichações no muro de sua residência que já vêm ocorrendo há cerca de dois meses. A última pichação ocorreu na madrugada desta sexta-feira (12), em que foram escritas frases como “escravos à venda”, “voltem pra África” e “senzala”.

O pai da família, que não revelou o nome para evitar retaliações, contou que quando encontrou a primeira pichação, não deu muita importância mas, na segunda vez, já começou a ficar preocupado com sua esposa e filhos.

“Fiquei em estado de choque. Limpei o muro também. Não limpei da terceira, que deve ter um mês, e da quarta, que foi agora”, disse ao portal G1.

A vítima tentou em outras ocasiões registrar uma queixa mas não conseguiu por falta de suspeitos. Nesta sexta-feira, no entanto, o caso foi registrado na Polícia Civil apenas como “injúria”, sob a alegação de que aquele é um ataque pessoal, e não coletivo. O delegado que acompanha o caso, por sua vez, informou que está procurando por suspeitos e que o muro da vítima será periciado.

Foto: Arquivo Pessoal/ Reprodução G1

 

Source

Related posts