You are here

Falha em operação da CSN causa estrondo, fogo e assusta moradores de Volta Redonda O Dia


Falha em operao da CSN causa estrondo, fogo e assusta moradores de Volta Redonda –

Rio – Um forte estrondo, seguido de fumaça e intensas labaredas na Companhia Siderúrgica Nacional (CSN), em Volta Redonda, nesta noite, causou pânico e levou preocupação aos operários da usina e moradores do município, no Sul Fluminense. Segundo as primeiras informações da empresa, não houve vítima, mas imagens que estão circulando pelo WhatSapp, demonstram a gravidade do problema. 

Em nota, a empresa afirmou ter registrado “uma falha mecânica em um dos quatro regeneradores do Alto-Forno 3”. “O equipamento está com a operação suspensa para reparos. A previsão é que tudo seja solucionado em questão de horas e a operação seja retomada normalmente”, assegura o texto. Ainda conforme a CSN, o problema ocorreu em uma área onde não havia empregados. “Não houve vítimas”, completou a nota.

Por volta de 21h, uma coluna de fumaça e fogo, depois de estrondo ouvido em diversos pontos da cidade, foi filmada por moradores em vários bairros. “Um cheiro de queimado se espalhou nas imediações da Usina Presidente Vargas. Os acidentes estão passando a ocorrer com mais frequência na empresa. Não sabemos o que pode estar acontecendo, mas é muito preocupante”, afirmou Juvenal Cortês Paiva, de 49 anos, que mora num prédio próximo à CSN, no bairro Laranjal. “Qualquer dia a CSN vai mandar Volta Redonda pelos ares”, criticou um internauta pelo Facebook.

Há exatamente 20 dias, outra forte explosão no setor da Aciaria (unidade onde o ferro-gusa é convertido em aço) da CSN, deixou pelo menos três operários feridos, sem gravidade, conforme áudios recebidos pelo DIA, e assustou moradores do entorno da empresa. O estrondo e os rolos de fumaça chamaram atenção mesmo de quem estava a mais de quatro quilômetros de distância. Em nota, a empresa, porém, garantiu que apenas um funcionário com queda de pressão foi socorrido no Hospital da Unimed.

Na ocasião, assim como agora há pouco, o Corpo de Bombeiros foi acionado. Metalúrgicos contaram que uma tampa gigante do conversor da unidade chegou a se desprender com o impacto da explosão, que causou ainda queda de energia interna e correria entre os trabalhadores. Houve princípio de incêndio, que foi controlado pela brigada interna. Em nota, a CSN informou ter ocorrido “forte reação durante o carregamento de sucata do Conversor C da Aciaria de Aços Planos, o que ocasionou impacto sonoro e fuga de particulados pelo lanternim, sem no entando prejudicar a produção”. 

Depois daquele acidente, em nota, Tarcísio Xavier, da Oposição Sindical Metalúrgica, criticou, a extinção do Programa Acidente Zero na companhia. “Se o programa estivesse em vigor, fiscalizado pelo sindicato, duvido que esse tipo de acidente ocorreria”, afirmou. Acidentes que vêm ocorrendo na CSN, em virtude de suposta falta de política de segurança para os trabalhadores, já são alvos de inquérito do Ministério Público.

Source

Related posts