You are here

Exportaes da China sobem 8,1% em setembro na comparao anual – Economia

Pequim, 13 – A China registrou uma alta acentuada em suas exportaes e importaes em setembro, em uma mostra da resistncia da segunda maior economia do mundo antes do Congresso do Partido Comunista, que comea na prxima semana. As exportaes do pas cresceram 8,1% em setembro ante igual ms de 2016, segundo dados oficiais, no stimo avano consecutivo, mas abaixo da previso de avano de 10% dos economistas ouvidos pelo Wall Street Journal. As importaes tiveram alta de 18,7% em setembro na mesma comparao, acima da projeo de avano de 15,0% dos analistas.

O avano nas exportaes tem sido um fator importante no crescimento econmico acima do esperado da China no primeiro semestre. Em agosto, as exportaes haviam crescido 5,5% no pas na comparao anual. J o aumento nas importaes resultado tanto da alta nos preos das commodities quanto da melhora na demanda domstica.

A fora das importaes do pas uma boa notcia globalmente, j que muitos economistas, especialmente na sia, continuam a depositar muita confiana na demanda da China. O Fundo Monetrio Internacional (FMI) elevou a projeo para o crescimento econmico de vrios pases da sia neste ano para refletir uma viso mais otimista sobre a demanda chinesa.

Com o resultado mais forte de importaes, o supervit comercial da China diminuiu a US$ 28,47 bilhes em setembro, de quase US$ 42 bilhes no ms anterior. O supervit foi o menor em seis meses e veio abaixo da projeo de US$ 37,3 bilhes dos economistas.

Por outro lado, o supervit comercial da China com os EUA aumentou a US$ 28,08 bilhes em setembro, de US$ 26,23 bilhes em agosto, atingindo o maior patamar mensal j registrado na srie histrica iniciada em 1995. Esse resultado pode levar o governo do presidente Donald Trump a adotar medidas de retaliao. Trump deve visitar a China no incio de novembro.

As exportaes receberam um impulso neste ano com o lanamento de novos smartphones da Apple e da Samsung.

O economista Liu Xuezhi, do Bank of Communications, afirmou que, graas demanda global “robusta”, no se viu “qualquer desacelerao substancial que muitos esperavam no incio do ano” na China.

A China divulga nmeros do Produto Interno Bruto (PIB) do terceiro trimestre na prxima semana. Economistas ouvidos pelo Wall Street Journal projetam crescimento de 6,8%, uma desacelerao ante o ritmo de 6,9% mantido no primeiro semestre. A meta de crescimento chins para todo o ano atual de 6,5%.

Alm disso, o investimento estrangeiro direto (IED) da China aumentou 17,3% na comparao anual em setembro, para 70,63 bilhes de yuans (US$ 10,71 bilhes), informou o Ministrio do Comrcio nesta sexta-feira. Fonte: Dow Jones Newswires.

Source

Related posts

Leave a Comment