You are here

Ex-Vasco morto a tiros voltaria para o Equador neste sábado: ‘Arrasados’ | Santos e Região

Alan Júnior Pereira Alves atuou pelo sub-23 do Vasco (Foto: JoãoCRaveira/Arquivo Pessoal)Alan Júnior Pereira Alves atuou pelo sub-23 do Vasco (Foto: JoãoCRaveira/Arquivo Pessoal)

Alan Júnior Pereira Alves atuou pelo sub-23 do Vasco (Foto: JoãoCRaveira/Arquivo Pessoal)

Familiares do jogador de futebol Alan Júnior Pereira Alves, de 26 anos, ex-atleta do Vasco da Gama, do Rio de Janeiro, e que atualmente atuava no Club Deportivo y Social Santa Rita, do Equador, morto em Praia Grande, no litoral de São Paulo, na noite de sexta-feira (12), ainda estão incrédulos e não entendem o que ocorreu. A prima do atleta, Dieila Araújo, disse que Alan deveria ter voltado para o Equador já na sexta-feira, mas adiou a viagem para este sábado (13).

Segundo a Polícia Militar, Alan estava com um amigo, próximo a um campo de várzea, quando ambos foram alvos de dois atiradores em uma moto. A dupla disparou contra as vítimas e, em seguida, fugiu do local. O atleta morreu na hora e o amigo, identificado como Mafaldo Alexandre Pereira, continua internado em estado grave no Hospital Irmã Dulce.

Dieila conta que ouviu os tiros quando estava em casa e saiu para ver o que tinha ocorrido. “Tudo aconteceu na minha rua mesmo. Quando saí, já haviam levado o Alan para o Pronto Socorro, foi tudo muito rápido. Amigos socorreram ele”, explica. Conforme informações da Polícia Militar, o ataque ocorreu na Rua Cora Coralina, no bairro Anhanguera, nas proximidades do Canal 18.

Alan Pereira no Club Deportivo y Social Santa Rita (Foto: Arquivo Pessoal)Alan Pereira no Club Deportivo y Social Santa Rita (Foto: Arquivo Pessoal)

Alan Pereira no Club Deportivo y Social Santa Rita (Foto: Arquivo Pessoal)

A prima revela, ainda, que era para o Alan ter voltado na sexta-feira, dia do crime, para o Equador. “Ele voltaria na sexta, mas o clube disse que ainda estava acertando alguns papéis e permitiu que ele adiasse a viagem. Se ele tivesse voltado, isso não teria acontecido”, lamenta.

A família ainda não entende a motivação do crime. Para Dieila, Alan era um rapaz muito sossegado, que ajudava os outros e não tinha inimigos. “Não desconfiamos de ninguém e nem conseguimos explicar o que aconteceu. Ele era um garoto muito bom e tinha muitos amigos. Todos estamos arrasados, não sabemos quem pode ter feito isso, mas esperamos que a polícia descubra. A justiça será feita, se não a do homem, a de Deus”, declarou.

Jogador Alan Júnior Pereira Alves foi morto em Praia Grande, SP (Foto: Arquivo Pessoal)Jogador Alan Júnior Pereira Alves foi morto em Praia Grande, SP (Foto: Arquivo Pessoal)

Jogador Alan Júnior Pereira Alves foi morto em Praia Grande, SP (Foto: Arquivo Pessoal)

Conforme informações da Polícia Militar, o ataque ocorreu na Rua Cora Coralina, no bairro Anhanguera, nas proximidades do Canal 18. Um grupo de amigos estava no local quando a dupla em uma motocicleta de cor preta se aproximou e efetuou os disparos contra as pessoas. Em seguida, os criminosos fugiram.

Alan e Mafaldo, que também é jogador de futebol e atua em um time de várzea da cidade, foram socorridos pelos próprios amigos ao Pronto Socorro do Quietude. O jogador, conforme informações das polícias Militar e Civil, já chegou morto ao local. O outro rapaz baleado foi transferido ao Hospital Irmã Dulce, onde continua internado em estado grave.

A motivação do crime é apurada pelas equipes da polícia, que não constataram eventual roubo às vítimas. O caso foi encaminhado para a Delegacia Sede da cidade, onde também foram ouvidas as testemunhas. A dupla de moto ainda não foi identificada, ainda conforme informações oficiais.

Alan Júnior Pereira Alves atualmente jogava como zagueiro no Club Deportivo y Social Santa Rita, da segunda divisão do futebol equatoriano. Antes, atuou como atacante pelo Atlético Sorocaba, Vasco (sub-23), Portuguesa-RJ, Vasco da Gama Sines (Portugal), Americano, Comercial, Arapongas e Goytacaz.

Alan Pereira no Club Deportivo y Social Santa Rita (Foto: Arquivo Pessoal)Alan Pereira no Club Deportivo y Social Santa Rita (Foto: Arquivo Pessoal)

Alan Pereira no Club Deportivo y Social Santa Rita (Foto: Arquivo Pessoal)

Source

Related posts