You are here

Estado recebe repasse de R$ 56 milhões do Governo Federal para a saúde pública

O Rio Grande do Norte recebeu nesta terça-feira o primeiro repasse do
Ministério da Saúde, de R$ 56 milhões, para sanar os problemas
prioritários da saúde pública. O pagamento foi feito por causa do
decreto de calamidade assinado pelo estado no dia 6 de junho. O valor
total é de R$ 150 milhões, mas o Governo Federal dividiu o pagamento em
três parcelas.

O dinheiro é destinado para quitar as dívidas da
Sesap com fornecedores de insumo de usos hospitalar e medicamentos, cuja
dívida supera os R$ 15 milhões, e também garantir a compra de insumos
em falta nos maiores hospitais da
rede, de forma a permitir que o Sistema Único de Saúde (SUS) volte a
funcionar a contento no RN.

Repasses do MS para a SESAP

Segundo
o secretário da saúde do RN, George Antunes, o dinheiro também atenderá
outras demandas do estado. “Existe um plano de aplicação desses
recursos. O objetivo do Executivo é melhorar também outros tipos de
serviços, além de ampliar a rede de atendimento a nível estadual”,
afirmou. Nesta quarta-feira, o secretário realizará uma coletiva de
imprensa para detalhar o uso da verba e o TAC que altera a situação de
sete hospitais do estado.

Em entrevista a uma
rádio local na última segunda-feira, o governador Robinson Faria, afirmou que o dinheiro também viabilizará a abertura de 60
novos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Além disso, deverão
ocorrer atendimentos médicos itinerantes. “Serão três carretas
devidamente equipadas que irão às cidades atender a população. O cidadão
poderá fazer seus exames médicos em sua cidade, sem precisar se
deslocar”, disse Robinson Faria.

Outros R$ 35 milhões deverão ser utilizados para quitar serviços
terceirizados prestados nas unidades de saúde vinculadas ao Estado como
contratação de profissionais via cooperativa, higienização, vigilância,
lavanderia, alimentação, e gastos com peças, pneus e manutenção de
veículos. O custo mensal para manter a estrutura da Sesap varia entre R$
42 milhões e R$ 45 milhões – sendo que R$ 20 milhões desse total são
oriundos do Ministério da Saúde.

As informações sobre o
pagamento da primeira parcela do Ministério da Saúde ao Rio Grande do
Norte foram repassadas pelo deputado estadual Fábio Faria.

Source

Related posts

Leave a Comment