You are here

Cruzeiro segura Chapecoense e vai às quartas de final da Copa do Brasil

Chapecoense e Cruzeiro empataram em 0 a 0 na Arena Condá, na noite desta quinta-feira. A partida foi válida pelo segundo jogo das oitavas de final da Copa do Brasil. Como o Cruzeiro venceu o primeiro jogo por 1 a 0, no Mineirão, a equipe de Mano Menezes seguiu viva na competição.

Chape e Cruzeiro ficam no 0 a 0 na Arena Condá - Divulgação

Chape e Cruzeiro ficam no 0 a 0 na Arena Condá – Divulgação

Foto: LANCE!

Precisando de dois gols para se classificar, a Chapecoense começou em cima do Cruzeiro. A equipe mineira apostava na saída de bola em velocidade para criar perigo ao adversário. Até os 20 minutos, ambas as equipes tiveram chances de marcar, porém a Chape passava a tomar mais conta do jogo.

Apesar do domínio da equipe catarinense, o Cruzeiro vinha conseguindo segurar o o placar. Arthur Caike teve três chances de marcar para a equipe mandante, mas errou o alvo em todas as oportunidades. Antes do fim do primeiro tempo, o Cruzeiro ainda teve chance clara de marcar com Hudson, que chutou em cima de Jandrei. A partida foi para o intervalo empatada em 0 a 0, resultado que ia classificando a equipe mineira à próxima fase.

No primeiro lance da segunda etapa, após cobrança de escanteio, a bola sobrou para Wellington Paulista que mandou para o gol. O árbitro Péricles Bassols, no entanto, marcou falta de Victor Ramos na jogada, anulando o gol da Chapecoense.

O domínio da Chape continuou no segundo tempo. A equipe de Vagner Mancini, porém, não conseguia transformar as suas oportunidades em gols. Aos 15 minutos, Reinaldo quase marcou em um lindo chute de fora da área. A bola explodiu no travessão de Fábio. O tempo ia passando e o Cruzeiro ia se segurando. A primeira chance da Raposa só veio aos 20, depois que Victor Ramos falhou e Ábila chutou para fora.

Depois, o Cruzeiro conseguiu equilibrar e esfriar a partida. Mancini colocou Túlio de Melo no lugar de Wellington Paulista, que parecia cansado. Já Mano Menezes sacou Ábila, para colocar Raniel, buscando proporcionar mais perigo ao gol da Chapecoense.

Rafinha, aos 33 minutos, teve a chance de marcar e fechar o caixão da Chape. O atacante saiu cara a cara com Jandrei, mas chutou mal, mantendo as esperanças do adversário na partida. A equipe da casa partiu então com tudo em busca do gol salvador.

Apesar das investidas da Chapecoense, o Cruzeiro conseguiu segurar o 0 a 0 até o final e se classificou para a próxima fase. A Chape ainda teve mais um gol bem anulado, aos 47 minutos. A equipe de Chapecó agora tem suas atenções voltadas para o Brasileirão e para a Sul-Americana, caso o recurso apresentado pelo clube não dê resultado e a equipe seja mesmo eliminada da Libertadores. O Cruzeiro continua dividindo suas atenções entre Brasileirão e Copa do Brasil.

FICHA TÉCNICA

CHAPECOENSE 0 X 0 CRUZEIRO

Local: Arena Condá, Chapecó

Data-hora: 1/6/2017 – 21h30

Árbitro: Péricles Bassols Pegado Cortez (PE)

Auxiliares: Clovis Amaral da Silva (PE) e Cleberson do Nascimento Leite (PE)

Público: Não disponível

Cartões amarelos: Wellington Paulista, Rossi e Reinaldo (CHA); Henrique, Lucas Romero, Diogo Barbosa e Fábio (CRU)

Cartões vermelhos: Não houve.

Gols:

CHAPECOENSE: Jandrei; Apodi, Luiz Otávio, Victor Ramos e Reinaldo; Luiz Antônio (Niltinho, 38’2°T), Andrei Girotto e Nadson (Neném, 22’2°T); Rossi, Arthur Caike e Wellington Paulista (Túlio de Melo, 27’2°T) – Técnico: Vagner Mancini

CRUZEIRO: Fábio; Lucas Romero (Rafinha, 8’2°T), Caicedo, Léo e Diogo Barbosa; Henrique, Hudson, Ariel Cabral e Thiago Neves (Lucas Silva, 40’2°T); Alisson e Ábila (Raniel, 26’2°T) – Técnico: Mano Menezes

Source

Related posts

Leave a Comment