You are here

Cruzeiro encara tabu no Maracanã diante do adversário que venceu pela primeira vez no estádio – Esportes

Se há uma coisa que incomoda o Cruzeiro em sua história recente é o fato de o clube ainda não ter conseguido vencer uma partida no novo Maracanã. Reinaugurada em 2013, após reformas para as Copas das Confederações e do Mundo, a nova arena receberá neste domingo (22), quando o time de Mano Menezes encara o Fluminense, às 16h, pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro, a 11ª partida da Raposa. E nos dez confrontos anteriores, o retrospecto é de quatro empates e seis derrotas.

E no velho Maracanã, quanto tempo o Cruzeiro levou para alcançar uma vitória? Se for considerado em tempo, o período é muito superior ao atual, pois foram 16 anos até que a Raposa vencesse no então chamado Maior do Mundo.

Mas em termos de número de partidas, o desempenho é bem superior, pois logo em seu segundo jogo no Maracanã o Cruzeiro venceu. Em 23 de novembro de 1966 fez 3 a 1 no Fluminense, na segunda partida da semifinal da Taça Brasil, resultado que lhe garantiu a classificação à decisão contra o Santos, quando garantiu a taça.

Um alento aos cruzeirenses é o fato de que o Fluminense, adversário deste domingo, foi a vítima da primeira vitória cruzeirense no novo Maracanã.

A estreia no Maracanã foi em 23 de agosto de 1961, quando o estádio já tinha 11 anos de inaugurado, contra o América-RJ, também pela Taça Brasil. E o time, que tinha o ídolo dos tempos de Palestra Itália Niginho como treinador, perdeu por 2 a 1, o que decretou a eliminação uma semana depois, com o empate por 1 a 1 com os cariocas na Alameda.

TÍTULOS

É fato que o desempenho ruim do Cruzeiro no maior palco do futebol brasileiro após sua modernização não impediu que o time conquistasse no período três títulos nacionais, os Campeonatos Brasileiros e de 2013 e 2014, e a Copa do Brasil de 2017.

Aliás, a taça da Copa do Brasil do ano passado teve o Maracanã como um palco fundamental, pois 1 a 1 diante do Flamengo, na partida de ida, foi fundamental para que o Cruzeiro chegasse ao penta da segunda competição nacional de clubes em importância.

De toda forma, não deixa de ser um incômodo cruzeirense o jejum no novo Maracanã. E diante do momento ruim, vencer o Fluminense neste domingo teria um duplo sabor, com certeza.

O CRUZEIRO NO NOVO MARACANÃ












DATA

PARTIDA

COMPETIÇÃO

GOLS

31/7/2013

Fluminense 1 x 0 Cruzeiro

Brasileiro

Fred

28/8/2013

Flamengo 1 x 0 Cruzeiro

Copa do Brasil

Elias

23/11/2013

Vasco 2 x 1 Cruzeiro

Brasileiro

Thalles e Edmilson (V); Paulão (C)

7/12/2013

Flamengo 1 x 1 Cruzeiro

Brasileiro

Hernane (F); Souza (C)

2/8/2014

Botafogo 1 x 1 Cruzeiro

Brasileiro

Edílson (B); Léo (C)

7/9/2014

Fluminense 3 x 3 Cruzeiro

Brasileiro

Cícero, Wagner e Kenedy (F); Júlio Baptista/2 e Marcelo Moreno (C)

12/10/2014

Flamengo 3 x 0 Cruzeiro

Brasileiro

Canteros, Cáceres e Gabriel

9/7/2015

Fluminense 1 x 0 Cruzeiro

Brasileiro

Gustavo Scarpa

10/9/2015

Flamengo 2 x 0 Cruzeiro

Brasileiro

Alan Patrick e Luiz Antônio

7/9/2017

Flamengo 1 x 1 Cruzeiro

Copa do Brasil

Lucas Paquetá (F); Arrascaeta (C)

 

TIMES

Com um time formado por jogadores pouco badalados ou formados nas categorias de base do clube, o Fluminense não tem dúvida para enfrentar o Cruzeiro.

Já o time de Mano Menezes só será conhecido mesmo uma hora antes da partida, quando, por regulamento, os treinadores são obrigados a divulgar as suas escalações.

Os jogos contra a Universidad de Chile, na última quinta-feira (19), em Santiago, e na próxima quinta-feira (26), no Mineirão, pelo Grupo 5 da Copa Libertadores são decisivos para o Cruzeiro e devem influenciar na formação que Mano Menezes mandará a campo.

É praticamente certo que o lateral-direito Edílson e o meia Arrascaeta serão preservados. Outro que deve ficar de fora é o zagueiro Dedé. No meio e ataque as dúvidas são de ordem tática e técnica mesmo, pois um desafio cruzeirense é melhorar sua produção ofensiva, que anda muito baixa nos últimos jogos. Foram apenas dois gols marcados nas últimas quatro partidas.

FICHA TÉCNICA

FLUMINENSE

Júlio César; Renato Chaves, Gum e Frazan; Gilberto, Richard, Jadson, Sornoza e Ayrton Lucas; Pablo Dyego e Pedro.

Técnico: Abel Braga

CRUZEIRO

Fábio; Lucas Romero (Ezequiel), Léo (Digão), Manoel e Egídio; Henrique (Lucas Romero), e Lucas Silva; Rafinha, Robinho (Thiago Neves) e Mancuello; Rafael Sóbis (Sassá).

Técnico: Mano Menezes

DATA: 22 de abril de 2018

MOTIVO: 2ª rodada do Campeonato Brasileiro

LOCAL: Maracanã (Rio de Janeiro)

ARBITRAGEM: Flávio Rodrigues de Souza, auxiliado por Alex Ang Ribeiro e Tatiane Sacilotti dos Santos Camargo, todos de São Paulo

TRANSMISSÃO: Globo e Premiere

 

 

Source

Related posts