You are here

Corintianos se irritam com pontaria ruim e retranca do Atlético-GO em nova derrota na Arena

Antes mesmo da partida em Itaquera terminar, já era perceptível a irritação dos jogadores do Corinthians devido a dificuldade de colocar a bola para dentro diante de mais um adversário que foi à Arena alvinegra disposto a jogar todo atrás. E assim como Vitória fez semana passada, o lanterna Atlético-GO, graças a um gol de escanteio, também conseguiu superar o líder do Campeonato Brasileiro neste sábado.

Rodriguinho era um dos mais incomodados com a situação dentro de campo e, após o apito final, explicou seus gritos de desabafo ainda com bola em jogo.

“A bola não entrava, tivemos várias oportunidades, o goleiro deles fez grandes defesas, a gente chutava e a bola batia em todo mundo e não passava, por isso que eu falei que estava difícil”, disse o meia corintiano.

Pablo, que voltou após mais de um mês no departamento médico, também não escondeu a raiva pelo momento, chiou com a postura dos goianos, mas destacou principalmente a falta de pontaria do Corinthians na hora de concluir as jogadas no ataque.

“Complicado responder quando a gente tem algumas oportunidades e não fazemos (o gol). A gente é a equipe a ser batida agora, todo mundo estuda a gente, fizemos um grande primeiro turno, estão estudando a gente. Desde o começo eles jogam com 11 (jogadores) atrás da linha da bola. Estamos trabalhando, mas infelizmente não conseguimos fazer o gol”, avaliou, antes de falar sobre o seu retorno.

“Estou bem. Difícil ficar fora, ainda um pouco fora de ritmo, mas foi bom ter voltado. Com a derrota é difícil, mas vamos lutar”, completou.

Capitão neste sábado, Fagner, diferente de seus companheiros, adotou um discurso mais ponderado, talvez tentando passar tranquilidade pela posição em que o time ainda se encontra, líder isolado da competição.

“Se (o time) tivesse colocado três, quatro das chances que tivemos para dentro, a gente estaria falando outra coisa. Agora é ter tranquilidade, descansar e se preparar para o próximo jogo”, comentou, sem saber se a pausa do Brasileirão por causa da ‘data Fifa’ é benéfica ou prejudicial ao grupo, que agora só encara o Santos na Vila Belmiro dia 10 de setembro.

“Não sei. É bom para voltar a treinar, descansar, porque jogar quarta e sábado, quarta e domingo é puxado, mas vamos corrigir os erros para que eles não voltem a aparecer”, encerrou.

 

Source

Related posts

Leave a Comment