You are here

Companhia antifraude encontra mais de 300 malwares na Play Store

A Play Store deveria ser o local seguro no qual você baixa aplicativos em seu Android e não precisa se preocupar em colocar em risco o seu dispositivo. Contudo, as notícias envolvendo apps com malwares na loja virtual são relativamente recorrentes, o que deixa muita gente preocupada.

A mais recente novidade é a presença de 317 apps mal intencionados encontrados na Play Store por pesquisadores antifraude da eZanga. Segundo as informações reveladas nesta quinta-feira (29), as centenas de aplicativos trabalhavam para transformar os dispositivos nos quais eram instalados em fazendas de cliques, ou seja, gerar receita para conteúdo publicitário simulando cliques em banners de propaganda.

Por exemplo, dois apps de papel de parede Lovely Rose e Oriental Beauty que foram monitorados pela eZanga realizaram 3.061 requisições de cliques ao longo de 24h, com 169 delas bem-sucedidas. O detalhe é que o dispositivo usado no teste permaneceu em modo de repouso durante esse período.

Prática rentável

Apesar de um pagamento irrisório a cada clique bem sucedido alcançado por esses métodos — US$ 0,015 por clique —, o volume gerado por esses 317 apps pode resultar em uma renda que varia entre US$ 62 mil e US$ 214 mil por hora, deixando bem claro o potencial escondido por trás dessas práticas fraudulentas.

A eZanga estima ainda que, até agora, esses mais de 300 aplicativos mal intencionados tenham sido instalados entre 4,1 e 14,2 milhões de vezes, sendo que o mais bem-sucedido deles, o Clone Camera, já esteja chegando à marca de 1 milhão de downloads. Ao longo de um ano, esse conjunto fraudulento pode gerar uma prejuízo de US$ 6,5 bilhões à indústria.

Mais problemas

Além de gerarem prejuízo aos anunciantes, afinal eles pagam por uma suposta audiência que nunca houve de fato — os cliques falsos aumentam as estatísticas, mas ninguém está de fato acessando os sites e vendo os produtos anunciados, esse tipo de aplicativo mal intencionado pode trazer alguns problemas para os usuários.

O mais óbvio deles é o consumo mais rápido da bateria do seu dispositivo e também do seu plano de dados, afinal o smartphone continua trabalhando mesmo quando você o deixa repousando sobre a mesa. Além disso, o ato de “clicar” em banners aleatórios acaba gerando também uma distorção nas suas preferências, fazendo com que anúncios estranhos aos seus gostos comecem a aparecer para você.

Por fim, os problemas podem crescer ainda mais na medida em que não se sabe o que tais aplicativos serão capazes de fazer no futuro. Eles são discretos, portanto, podem, mais adiante, realizar outros tipos de ações mal intencionadas sem que você perceba. Por isso é essencial ficar atento à integridade dos apps que você instala em seu Android.

Source

Related posts

Leave a Comment