You are here

Com futuro incerto no São Paulo, Marcos Guilherme admite preocupação: “Minha cabeça não está boa” | são paulo

Marcos Guilherme não escondeu a preocupação com seu futuro após a vitória do São Paulo por 1 a 0 sobre o Paraná, nesta segunda-feira, no Morumbi, pela estreia no Campeonato Brasileiro. Tricolor e Atlético-PR, dono dos direitos do jogador, divergem sobre o prazo do contrato de empréstimo.

– Como saiu na imprensa: o contrato certo é até junho, mais os seis meses que ficaram acordados entre os clubes, que eu fique sabendo na Croácia ainda. Mas, sinceramente, minha cabeça não está boa. Estou insatisfeito com essa indefinição. Mas tenho de seguir. Até quando não tinha saído essa questão contratual eu sempre deixei claro meu carinho pelo São Paulo. Está nas mãos dos dirigentes resolverem. Fico um pouco chateado, com a cabeça pesada, mas tenho que fazer meu papel. O restante é com os clubes – afirmou Marcos Guilherme.

Há um conflito de versões. Nos bastidores, o São Paulo diz ter acordado verbalmente com o Atlético-PR a extensão do vínculo por mais seis meses a partir de junho e sustenta ter uma troca de e-mails na qual o Furacão está ciente da operação.

O Atlético-PR, por sua vez, alega que vai cumprir o que está assinado no contrato: empréstimo até o dia 30 de junho. A intenção do Furacão é vender Marcos Guilherme, seja para o próprio São Paulo, via opção de compra, ou para um clube do exterior.

– Minha vontade eu já passei para todos. Conversei com o presidente (do São Paulo) e outros dirigentes. Vai da vontade deles. Sempre quando entrei dei o meu melhor. Vou falar uma verdade aqui: sei que não sou nenhum craque, mas, quando entro ali (no campo), não tem bola perdida, corro mesmo. Às vezes, falta técnica, mas raça e vontade nunca vai faltar de mim. Está nas mãos dos dirigentes.

O Tricolor espera uma resolução, mas não se mostra disposto a ceder a um eventual pedido de nova contrapartida do Atlético-PR para acertar a permanência até dezembro. Entre o fim de 2017 e o começo de 2018, o Furacão tentou pedir a inclusão de Hudson na operação, mas o São Paulo negou essa possibilidade.

Source

Related posts