You are here

Cientistas criam cerveja com bactérias que aumentam a imunidade

Cientistas da Universidade Nacional de Singapura desenvolveram uma cerveja probiótica que contém lactobacilos vivos. Isso significa que uma das bebidas mais consumidas do mundo, agora, poderá ajudar na imunidade corporal e intestinal daqueles que apreciam uma boa cerveja. A bebida possui Lactobacillus paracasei L26, uma bactéria que ajuda a neutralizar vírus e regular o sistema imunológico.

“Os benefícios dos probióticos são conhecidos. Mas enquanto essas bactérias são comumente encontradas nas comidas que passaram por processo de fermentação, não há até o momento cervejas no mercado com esses micro-organismos. Desenvolver uma quantidade suficiente de probióticos vivos na cerveja é um desafio porque a bebida possui ácidos de lúpulo que impedem o crescimento e a sobrevivência dos probióticos”, explicou Chan Meu Zhi Alcine, uma das responsáveis pelo estudo, ao jornal britânico Mirror.

Para manter os lactobacilos vivos ao final do processo de preparação da cerveja foi um longo caminho. Os estudiosos tiveram que alterar os processos tradicionais de fermentação usando ácido lático para a propagação dos lactobacilos. Após a Universidade de Singapura ter patenteado a ideia, a instituição está atrás de parceiros dentro da indústria cervejeira para ajudar no lançamento da bebida. O processo de criação da cerveja turbinada levou cerca de nove meses desde o desenvolvimento da ideia até o aprimoramento de quantidade dos probióticos. Com um sabor forte a ácido o teor alcoólico da cerveja é de 3,5%.

Source

Related posts

Leave a Comment