You are here

Chefe da Mercedes minimiza vantagem de pontos sobre a Ferrari

GettyImages

O chefe da Mercedes, Toto Wolff, gostou da participação da equipe no Canadá

O chefe da Mercedes, Toto Wolff, gostou da participação da equipe no Canadá

A Mercedes subiu nos dois lugares mais altos do pódio no GP do Canadá, um grande contraste em relação ao GP de Mônaco, quando nenhum membro da escuderia ficou entre os três melhores colocados. O progresso apresentado neste fim de semana colocou a equipe em primeiro lugar no ranking de construtores, mas, para Toto Wolff, chefe do grupo, “oito pontos à frente da Ferrari não significam nada”.

“Foi apenas a sétima corrida, então vamos nos manter calmos e humildes, e voltemos ao ceticismo normal para Baku, daqui duas semanas”, declarou o dirigente. Agora, a Mercedes lidera a competição com 222 pontos. A Ferrari segue na segunda colocação, com 214.

Em Mônaco, a escuderia italiana estava na ponta do ranking e da competição. O alemão Sebastian Vettel e o finlandês Kimi Raikkonen foram respectivamente número um e dois da disputa, no final de maio. Valterri Bottas, da Mercedes, ficou apenas na quarta colocação. No Canadá, entretanto, a situação inverteu: nenhum piloto da Ferrari garantiu pódio e a equipe de Wolff ficou com as melhores colocações, com Lewis Hamilton na frente, seguido por Valtteri Bottas.

“Mônaco parecia sombrio, mas nós não entramos em depressão. Montreal agora parece ótimo – contudo eu não diria que todos nossos problemas foram resolvidos”, declarou Wolff.

Sobre o bom desempenho, o chefe acredita no ótimo trabalho dos engenheiros e de toda equipe. “Esporte é analisar dados e extrair as conclusões corretas disso”, disse.

“Quanto mais informação você coleta, mais você entende sobre. Fórmula 1 não é um negócio de instinto, é de ciência”, encerrou.

Source

Related posts

Leave a Comment