You are here

Canon anuncia 6D Mark II e Rebel SL2, mas ainda sem suporte a vídeos em 4K | Eletrônicos

Ambos os modelos começam a ser vendidos em julho nos Estados Unidos

A Canon anunciou nesta quinta-feira (29) o lançamento de duas novas câmeras DSLR, a 6D Mark II e a Rebel SL2. Ambos os modelos possuem processador de imagem Digic 7 e conexões Wi-Fi, Bluetooth e NFC. Curiosamente, nenhuma delas grava vídeo em resolução 4K.

Enquanto o primeiro modelo é indicado para profissionais, o segundo é focado no público iniciante, mas que não abre mão de registrar fotos com qualidade. As duas câmeras estarão disponíveis em julho nos Estados Unidos, mas não têm previsão de lançamento no Brasil.

Canon 6D Mark II tem ISO até 40.000 (Foto: Divulgação/Canon)Canon 6D Mark II tem ISO até 40.000 (Foto: Divulgação/Canon)

Canon 6D Mark II tem ISO até 40.000 (Foto: Divulgação/Canon)

A Canon 6D Mark II tem o preço sugerido de US$ 1.999 (aproximadamente R$ 6.620, sem impostos) e chega para suceder o modelo 6D lançado em 2012. Ela vem com um novo sensor CMOS de 26,2 megapixels e aumentou a capacidade do ISO de 32 mil para 40 mil, o que pode garantir ainda mais captação de cores.

Aplicativo do TechTudo: receba as melhores dicas e últimas notícias no seu celular

O modelo tem uma taxa de disparo de 6,5 quadros por segundo, o que é relativamente rápido, e traz o sistema de focagem ultra veloz, patenteado pela Canon, chamado Dual Pixel. De acordo com a fabricante, isso garante 45 pontos de foco automático do tipo cruzado. Ela vem com uma tela giratória, sensível ao toque, de 3 polegadas e GPS.

Canon Rebel SL 2 também não grava em 4K (Foto: Divulgação/Canon)Canon Rebel SL 2 também não grava em 4K (Foto: Divulgação/Canon)

Canon Rebel SL 2 também não grava em 4K (Foto: Divulgação/Canon)

Já a Rebel SL2 tem o preço sugerido nos Estados Unidos de US$ 549 (aproximadamente R$ 1.820, sem impostos), traz um sensor CMOS de 24,2 megapixels, também possui tela touchscreen articulável e vem para substituir a popular Rebel SL1, lançada em 2013. O sensor também traz a tecnologia Autofocus Dual Pixel (DPAF), o que pode elevar a qualidade das fotos da linha SL para outro patamar, de acordo com a fabricante.

Ao contrário da 6D Mark II, a sua taxa de disparo é de 5 quadros por segundo – contra 4 da Rebel SL1 – e seu ISO máximo não passa de 25.600, mas que continua sendo alto para uma câmera deste segmento. Tudo isso é possível graças a adoção do processador de imagem Digic 7.

Source

Related posts

Leave a Comment